Piauí

Wellington pede ajuda em Brasília para lidar com a crise carceraria

A viagem ocorreu, após, no sábado (07), o governador decretar situação de emergência na unidade prisional de Esperantina.
ISABELA DE MENESES
09/10/2017 12h59 - atualizado

Nesta segunda-feira (09), o governador Wellington Dias e o secretário de Justiça, Daniel Oliveira, estão em Brasília reunidos com representantes do Governo Federal, para solicitar a presença da Força Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP), para a proteção dos presídios e da população, durante a crise que o Estado passa.

A viagem ocorreu, após, no sábado (07), o governador decretar situação de emergência na unidade prisional de Esperantina, depois de uma rebelião na sexta-feira (06), em que 75 presos fugiram.

  • Foto: CCOMWellington DiasWellington Dias

Mesmo assim, nesse domingo (08), mais 10 presos fugiram da penitenciária. Porém, segundo a secretaria de Justiça, 32 já foram recapturados. O decreto destina forças de segurança para o presídio e inicia os reparos na estrutura física da unidade, que foi bastante danificada no incidente.

A cidade de Esperantina recebeu mais de 70 integrantes das forças de segurança para proteger a população. Mas, nessa segunda-feira (09), o Sinpoljuspi anunciou nova greve dos agentes penitenciários do Piauí.