Viagora

Presidente Barack Obama coloca "todos os recursos" dos EUA à disposição de Oklahoma

Estado foi atingido por tornado devastador que deixou mais de 20 mortos.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira (21) que “todos os recursos” do país estão à disposição do governador de Oklahoma após o tornado devastador que causou mais de 20 mortes e muita destruição. Obama afirmou em entrevista coletiva que o país deve focar nos trabalhos de resgate e na recuperação de Oklahoma City.

“As pessoas de Moore [região mais afetada] devem saber que seu país vai permanecer ao seu lado, por quanto tempo for necessário”, disse o presidente na Casa Branca.

O presidente já havia declarado estado de emergência na região, o que abre a possibilidade de envio de ajuda federal aos condados afetados de Cleveland, Lincoln, McClain, Oklahoma e Pottawatomie.

Obama também ordenou que cerca de 200 integrantes de equipes de emergência federais se unam às operações de resgate em Oklahoma, informou.

As autoridades médicas de Oklahoma Cityx confirmaram nesta manhã que 24 corpos foram recuperados após a passagem do tornado na região.

Inicialmente, as autoridades falaram em 51 e depois em até 91 mortos.

"Temos boas notícias, o número agora é 24", disse Amy Elliott, porta-voz do Centro Médico de Oklahoma City.

Explicando a divergência dos números, ela afirmou que houve relatos de mortes contadas duas vezes. "Houve muito caos", explicou. Ela afirmou que, no entanto, mais corpos ainda podem ser recuperados dos destroços, pois o resgate continua.

O fenômeno destruiu duas escolas e centenas de casas, segundo as autoridades locais.
Uma das escolas atingidas foi a Briarwood Elementary School, que foi totalmente destruída pelos ventos e pela colisão de carros arremessados pelo tornado para cima do imóvel.
De acordo com a imprensa local, algumas crianças foram resgatadas, mas possivelmente muitas mais delas continuam sob os escombros.

Equipes de resgate seguem no local tentando localizar vítimas entre as ruínas das escolas.

O serviço meteorológico nacional classificou a força do tornado como EF-4 na escala de magnitude dos fenômenos, o que significa que ele teve ventos entre 260 e 320 quilômetros por hora, mais forte que um furacão de categoria cinco.

A tormenta devastou a região, arrancando casas, levantando automóveis, e deixou um rastro de destroços em toda a região e um prédio em chamas.

O fenômeno durou aproximadamente 40 minutos e percorreu 32 quilômetros entre Newcastle e Moore.

"Eu nunca vi nada como isso em meus 18 anos cobrindo tornados aqui em Oklahoma City. Este é sem dúvida o mais horrível", disse o repórter Lance Oeste, da rede de TV KFOR.

"O tornado sobre o terreno neste momento é enorme e atingiu áreas populosas", disse a governadora de Oklahoma, Mary Fallin, à CNN. Ela afirmou que é cedo para avaliar os estragos, mas as TVs mostraram ao vivo uma vasta destruição.

Brynn Kerr, do Serviço Nacional de Meteorologia, disse que um alerta de tornado foi emitido para dois condados na região central de Oklahoma. "Parece que o nosso pior medo se materializou hoje", disse o meteorologista Bill Bunting, em Norman, Oklahoma.
Mais conteúdo sobre:

Barack Obama

Facebook
Indicado para você
Veja também