Viagora

IBGE: 2,9 milhões de adultos se declararam homossexuais ou bissexuais

Segundo o Quesito Orientação Sexual da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) realizada em 2019, a população adulta que se identifica com alguma dessas orientações sexuais representa porcentagem de 1,8%.

Nesta quarta-feira (25), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou uma pesquisa inédita referente ao Quesito Orientação Sexual da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019. O estudo aponta que 2,9 milhões de adultos brasileiros se declararam homossexuais ou bissexuais, representando 1,8% da população adulta.

Conforme o levantamento, nesse período o Brasil possuía uma população de 159,2 milhões de adultos formada por 53,2% eram mulheres e 46,8% eram homens. Foi apurado que a orientação sexual mais presente nesse público é a hetéro, pois entre pessoas de 18 anos ou mais, 94,8% se declararam heterossexuais; 1,2% homossexuais; 0,7% bissexuais; 1,1% não sabiam sua orientação sexual; 2,3% não quiseram responder; e 0,1% declararam outra orientação sexual.

A coordenadora da pesquisa, Maria Lucia, afirma que o fato de alguns entrevistadores terem optado por não responder pode estar relacionado ao medo de se autoidentificar com uma orientação sexual que diferente da “normativa” e tornar isso público para outra pessoa.

“O número de pessoas que não quiseram responder pode estar relacionado ao receio do entrevistado de se autoidentificar como homossexual ou bissexual e informar para outra pessoa sua orientação sexual”, pontua.

Ainda segundo a pesquisa, dos entrevistados 3,6 milhões não quiseram responder ao questionamento, um número que é superior aos declarados homossexuais ou bissexuais. A pesquisa aponta ainda que a população que se identifica com algumas estas orientações sexuais possui maior nível de escolaridade, porque é maior entre os que tem nível superior e maior renda.

O levantamento aponta também que as pessoas na faixa etária de 18 a 29 anos registraram o maior percentual autoidentificação com a orientação homossexual ou bissexual, representando (4,8%). Com relação ao recorte de região o Sudeste é o Estado que mais possui homossexuais com 2,1%, enquanto o Nordeste tem 1,5%.

De acordo com informações do IBGE, o público jovem apresentou maior percentual de pessoas que não sabiam, representando 2,1%, ou não quiseram responder (3,2%). A coordenadora da pesquisa, Maria Lucia, explica que isso pode estar associado a não definição da própria sexualidade.

“O maior percentual de jovens que não souberam responder pode estar associado ao fato de essas pessoas ainda não terem consolidado o processo de definição da própria sexualidade. Resultados semelhantes foram obtidos em pesquisas realizadas em outros países, como o Reino Unido, por exemplo”, afirma Maria Lucia.

O IBGE informa que a pesquisa tem caráter experimental e os dados foram coletados pela primeira vez, o instituto acompanha experiências internacionais semelhantes. Apesar de não incluir dados sobre identidade de gênero as equipes estão estudando metodologia para incluir o tema em pesquisas.

Mais conteúdo sobre:

IBGE

Facebook
Indicado para você
Veja também