Entretenimento

"Acredito na minha potencialidade”, diz Miss Piauí Dagmara Landim

A Miss Piauí Be Emotion 2019 pretende usar a sua visibilidade para dar voz a minorias sociais. Também quer enfatizar a defesa da preservação do Parque Nacional Serra da Capivara.
23/02/2019 07h00 - atualizado

A Miss Piauí Be Emotion 2019, Dagmara Landim, julga-se preparada para concorrer ao título nacional do concurso de beleza. Ela diz que possui personalidade forte, enfatiza a representação social e sua história de vida e acredita que vai trazer a faixa para o estado, apesar do nível das concorrentes.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraMiss Piauí 2019 Dagmara LandimDagmara Landim ganhou a coroa em evento realizado no Shopping Rio Poty.

“Eu acredito na minha potencialidade. É claro que as meninas têm as delas, mas eu vou levar a minha determinação que eu usei pra chegar até o Miss Piauí, a minha dedicação, a minha força, a minha coragem. Eu acredito que, se eu estou aqui, e se eu vou chegar até o Miss Brasil, tem uma razão. Então eu acredito nesse conjunto de coisas”, disse a Miss ao Viagora.

Dagmara pretende usar a sua visibilidade para dar voz a minorias sociais. Também quer enfatizar a defesa da preservação do Parque Nacional Serra da Capivara, buscando atenção para o local em relação ao turismo do estado.

“O Parque passou por certas dificuldades financeiras recentemente e isso estava comprometendo a sua preservação. Foi até levantado a #SalveaSerradaCapivara na internet e isso já repercutiu positivamente. O Parque já melhorou de condições, mas acredito que o Turismo pode influenciar de uma forma maior. O Piauí tem um turismo considerável, só que fica muito concentrado no litoral. O Piauí tem mais a ser mostrado, a começar pelo Parque Nacional Serra da Capivara”, ressaltou.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraMiss Piauí 2019 Dagmara LandimA piauense destacou-se no concurso que contou com 15 candidatas.

Oriunda de cidade carente do Piauí, ela relata que o seu histórico a ligou às causas humanas. “A minha motivação vem da minha própria história porque, essa comunidade em que eu cresci tem uma realidade social muito limitada. A energia elétrica só chegou lá em 2012. Nessa comunidade tem o colégio que já foi considerado o pior colégio do Brasil. Então eu sofri na pele essa questão de desigualdade social, de falta de oportunidade. Essa questão social nasceu disso, de eu ver a minha história, de eu entender como a minha vida foi transformada saindo daquele lugar. E o que transformou? A educação transformou”, afirma.

A Miss Piauí morava em Santa Catarina, mas passou a viver sozinha quando a irmã ganhou uma bolsa de estudo para fazer intercâmbio fora do país, e teve que sustentar-se através do trabalho que possuía. “Era um dia bem corrido, bem cheio porque tinha que dar conta de tudo isso. Tinha que acordar às 5h da manhã. Saía 5h da manhã de casa e voltava às 6h da noite, tendo que cuidar da casa, que ligar pra família. Então era um dia bem cansativo”, contou.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraMiss Piauí 2019 Dagmara LandimA Miss relatou sobre sua história de vida.

A piauiense entrou no ensino superior através do ProUni, programa do Governo Federal que concede bolsas de estudos em instituições privadas. Escolheu o curso de Direito e voltará para Santa Catarina futuramente para concluir a graduação. O sonho por trabalhar nessa área, segundo ela, começou ainda na infância.

“Quando eu era criança, me perguntavam: Qual o curso que tu quer fazer? E eu dizia: Direito. Eu nem sabia, na verdade, quando era criança não tinha essa noção, mas sempre respondi Direito. Quando chegou a hora de decidir qual curso eu vou seguir, eu fui ler sobre os cursos e realmente eu senti que o que me identificava era o Direito. Eu vejo que o Direito vai me capacitar justamente pra fazer o que eu quero fazer, olhando o lado social, que é de ajudar as pessoas, que é dar às pessoas a noção dos seus direitos, dar essa consciência”, justificou a jovem.

Dagmara realiza um projeto social em sua comunidade voltado à educação de crianças. As atividades acontecem em espaço cedido pelos pais e não são custeados com recursos públicos ou de instituições governamentais.

A piauiense inspira-se na Monalysa Alcântara e Naiely Lima, que venceram o concurso no estado em 2017 e 2018, respectivamente. Dagmara destacou a perseverança de Monalysa e a humanidade de Naiely.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraMiss Piauí 2019 Dagmara LandimDagmara Landim representará o Piauí no Miss Brasil, em março.

Após a conquista da coroa a nível estadual, a Miss Piauí conta que sua vida “está uma loucura” e que está difícil compreender tudo o que está acontecendo. Ela continua sua preparação com aulas de passarela, teatro, oratória, inglês, cuidados com o corpo, alimentação e estética.

“Eu estou em êxtase. Eu esperei muito por esse momento, eu me preparei muito por esse momento, eu sonhei muito por esse momento. E tá vivendo agora é um misto de sentimento, eu fico emocionada às vezes, às vezes bate um cansaço, físico também, mas os sentimentos são esses”, explanou a piauiense.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web