Polícia

Cinco escritórios de advocacia são alvo de Operação do GAECO

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) cumpriu mandados de busca e apreensão em cinco escritórios de advocacia na região de São Raimundo Nonato.
16/05/2019 11h55 - atualizado

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), de responsabilidade do Ministério Público do Piauí (MP-PI), deflagrou a Operação Coiote e cumpriu mandados de busca e apreensão em cinco escritórios de advocacia na região de São Raimundo Nonato, suspeitos de aplicarem golpes em idosos aposentados e instituições bancárias.

  • Foto: Divulgação/MP-PIEquipes do GAECO cumpriram mandados de busca e apreensão em escritórios de advocacia.Equipes do GAECO cumpriram mandados de busca e apreensão em escritórios de advocacia.

De acordo com informações divulgadas pelo GAECO, aposentados com empréstimos bancários eram aliciados por advogados a entrarem com ações no Juizado Especial de São Raimundo Nonato, pedindo anulação dos empréstimos alegando que não teriam autorizado o desconto dos valores, mesmo quando os empréstimos eram realizados por vontade própria.

Dos 31 mandados expedidos, 29 já foram cumpridos nas cidades de São Raimundo Nonato, Teresina, São João do Piauí, Dirceu Arcoverde, Bonfim do Piauí e Juazeiro, na Bahia.

Maiores detalhes sobre a Operação Coiote serão revelados pelo GAECO em coletiva de imprensa a ser realizada nesta sexta-feira, 17 de maio, pela manhã.

Mais na Web