Geral

Ministro da educação aponta erros de correção na 2ª prova do Enem

O ministro disse que um grupo muito pequeno de pessoas teve o gabarito trocado quando foram fechados os envelopes.
  • DA REDAÇÃO
18/01/2020 13h20 - atualizado

Na manhã deste sábado (18) o ministro da educação, Abraham Weintraub, afirmou que foram encontrados erros na contabilização e correção da prova do segundo dia de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) edição 2019.

Segundo Weintraub, o erro atingiu 0,1% dos candidatos que prestaram o exame no ano passado. Assim que as notas individuais foram divulgadas na manhã de ontem (17), relatos de avaliações diferentes entre candidatos que tiveram o mesmo número de acertos, ou notas próximas a zero com número alto de acertos, começaram a aparecer nas redes sociais.

Em sua conta no Twitter, uma estudante que realizou a prova em Viçosa, Minas Gerais, demonstrou indignação por ter acertado 30 das 45 questões do caderno de prova do segundo dia e ter tido apenas 393,1 como pontuação, de acordo com ela.

  • Foto: Reprodução/TwitterRelato de candidata.Relato de candidata.

Em um pronunciamento também no Twitter, o ministro da educação disse que – “Nós encontramos inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem do ano passado. Um grupo muito pequeno de pessoas teve o gabarito trocado quando foram fechados os envelopes. Uma inconsistência fácil de ser consertada. Estamos falando de alguma coisa como 0,1% das pessoas que fizeram, dos milhões [que prestaram a prova]”.

  • Foto: Reprodução/TwitterPronunciamento.Pronunciamento.

Ele também afirmou que o erro está sendo corrigido e um novo resultado destes candidatos afetados deve ser divulgado. "Apesar de estatisticamente [os participantes afetados] não serem significativos, individualmente não pode haver injustiça como essa. A gente está corrigindo e até segunda-feira será resolvido", afirmou.

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), informou que o Inep criou um e-mail para os candidatos que se sentirem prejudicados enviarem suas dúvidas. O endereço é enem2019@inep.gov.br.

Mais na Web