Piauí

Pacientes do Iaspi estão sem atendimento pediátrico há um mês

Através de uma nota de esclarecimento a direção informou que lamenta o ocorrido e que ainda este mês estará retomando o atendimento no Hospital Unimed Ilhotas.
20/11/2018 06h49 - atualizado

Há cerca de um mês, os servidores do estado do Piauí beneficiários dos planos de saúde do Instituto de Assistência e Previdência Privada do Estado do Piauí (Iaspi) e do Plano Médico de Assistência e Tratamento (Plamta) estão sem atendimento de urgência e emergência pediátrico, segundo denúncia feita ao Viagora.

Segundo a denúncia, o atendimento de urgência e emergência pediátrico aos servidores era feito apenas no Hospital São Paulo, que cancelou o atendimento após ter sido comprado por outra empresa de plano de saúde.

Ainda conforme a denúncia, até o momento os beneficiários não tiveram nenhuma posição por parte da diretoria do Iaspi responsável pelos atendimentos de exames e consultas sobre o problema.

Atualmente, aproximadamente 200 mil pessoas são beneficiadas no Plamta e 180 mil no Iaspi Saúde. 

Outro lado

O Viagora procurou o Instituto de Assistência a Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí para falar sobre o assunto. A assessoria de comunicação enviou uma nota de esclarecimento sobre a denúncia. 

Confira a nota na íntegra:

O Instituto de Assistência a Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí esclarece que não contamos no momento com atendimento de urgência na rede Iaspi. Lamentamos o ocorrido, porém fomos avisados há menos de 30 dias do término do serviço no Hospital São Paulo.

Acreditamos que ainda este mês será retomado o atendimento no Hospital UNIMED Ilhotas que passa por reestruturação em sua rede para melhor atender a demanda. Estamos aguardando o retorno do Hospital UNIMED ilhotas, acreditamos, que esta semana seja resolvido.

Ressaltamos ainda que pelos dados que levantamos, o atendimento de urgência infantil não atingiu 10% da demanda do Iaspi. Sabemos também que a maior parte dos atendimentos nas urgências pediátricas são pronto atendimentos, demandas ambulatoriais. E os casos de traumatismos ortopédicos podem ser levados a urgência do hospital COT.

Infelizmente, estamos em aberto nos casos de politrauma e urgências cirúrgicas, mas até sexta no máximo teremos reposta positiva, mas destacamos que esses casos podem e devem ser cobrados pelo Plamta tendo em vista que nesses casos os pacientes ficarão internados.

Também disponibilizamos ainda pelo Iaspi a urgência otorrinolaringológica/cabeça e pescoço no Hospital Flávio Santos e Otorrinos. Vale ressalrar ainda que a Clínica Santa Fé disponibiliza atendimentos na área de neonatologia (recém-nascido ) tanto no Iaspi Saúde quanto no Plamta.

Agradecemos a compreensão na certeza de que todos os esforços estão sendo realizados no sentido de sanar essa deficiência momentânea o mais rápido possível.

DIRETORIA DO IASPI

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web