Polícia

Piauiense é morta a tiros pelo ex-namorado em São Paulo

Policiais militares que atenderam a ocorrência apuraram que o casal teria se separado havia três meses e, desde então Camilla Rodrigues Barros, sofria ameaças.
  • DA REDAÇÃO
04/01/2020 17h50 - atualizado

Uma piauiense de 29 anos, natural de Parnaíba foi morta a tiros pelo ex-namorado, um homem de 40 anos, em um escritório na região do Jardim Chapadão, em Campinas (SP), nesta sexta-feira (3).

De acordo com a Polícia Militar (PM), o atirador chegou a ser socorrido ao Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp com ferimento a bala, mas não resistiu e morreu, informou oG1.

  • Foto: DivulgaçãoO corpo de Camilla será sepultado no Cemitério Parque HortolândiaO corpo de Camilla será sepultado no Cemitério Parque Hortolândia

O chamado da ocorrência ocorreu por volta das 18h. Ao chegarem no local, os policiais encontraram Camilla Rodrigues Barros e Luiz Pereira da Silva baleados. Ainda de acordo com a PM, testemunhas relataram que o atirador era ex-namorado da jovem, de acordo com o G1.

Policiais militares que atenderam a ocorrência apuraram que o casal teria se separado havia três meses e, desde então, a mulher  sofria ameaças.

Confome a PM, o atirador tinha trabalhado como vigilante e atualmente atuava como motorista de transporte por aplicativo. No local do crime foi apreendido um revólver calibre 38 com numeração raspada. O caso foi encaminhado para registro no plantão da Polícia Civil.

O corpo de Camilla será sepultado no Cemitério Parque Hortolândia, em Hortolândia (SP).

Com informações do G1

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web