Piauí

Sintetro analisa proposta da PMT sobre pagamento de benefícios

A Prefeitura se comprometeu a subsidiar o pagamento do ticket alimentação e do plano de saúde aos motoristas e cobradores.
05/11/2020 11h33 - atualizado

Motoristas e cobradores do transporte coletivo de Teresina se reúnem na tarde desta quinta-feira (5) para decidir se vão aceitar a proposta da Prefeitura de Teresina de subsidiar durante quatro meses o pagamento do ticket alimentação e do plano de saúde, que é o principal motivo da greve.

O movimento grevista teve início no dia 28 de outubro e, caso a proposta seja aceita, será encerrado e a frota voltará a circular. Por meio de nota, a Strans informou que o Sindicato dos Empresários de Transportes Urbanos de Passageiros (Setut) garantiu que apresentará a lista atualizada dos trabalhadores ativos que têm direito aos benefícios até o final da manhã de hoje (5).

O documento deve ser assinado pelo prefeito Firmino Filho e encaminhado para o Tribunal Regional do Trabalho da 22º Região e para o Ministério Público do Trabalho para aprovação.

  • Foto: Luís marcos/ ViagoraParalisação dos ônibusParalisação dos ônibus

Confira a nota na íntegra.

A Strans, junto a Procuradoria Geral do Município (PGM), está trabalhando na elaboração do documento que formalizará o subsídio ofertado pela Prefeitura para motoristas e cobradores do transporte público. O Setut garantiu que apresentará a lista atualizada de trabalhadores ativos que têm direito aos benefícios até o final da manhã desta quinta-feira (05).

Após a entrega da lista, o documento será finalizado e assinado pelo Prefeito de Teresina, Firmino Filho, com encaminhamento ao Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região e Ministério Público do Trabalho para aprovação.

Mais na Web