Viagora

Fardas de teresinenses devem possuir grupo sanguíneo e fator RH

A medida decorre de um projeto aprovado da vereadora Graça Amorim.

Alunos teresinenses de escolas públicas e privadas, matriculados no ensino fundamental e médio, terão uma nova identificação em seus uniformes. O prefeito Firmino Filho sancionou a Lei de autoria da vereadora Graça Amorim que torna obrigatória a identificação do grupo sanguíneo e fator RH nos fardamentos.

  • Foto: Reprodução/FacebookVereadora de Teresina, Graça Amorim (PMB).Vereadora de Teresina, Graça Amorim (PMB).

A identificação deve ser afixada em local visível do uniforme, de preferência na parte superior da frente, à direita. No caso do setor privado, ficará a cargo das escolas particulares a definição da melhor opção que lhe convier.

O objetivo do projeto é permitir maior celeridade em caso de necessidade de atendimento, já que, segundo a vereadora, o fato de que não saber o grupo sanguíneo e o fator RH de uma pessoa pode retardar seu atendimento a ponto de colocá-la sob risco de morte. "É uma medida preventiva", frisa a Graça Amorim.

" Acidentes ou atropelamentos acontecem com frequência com pessoas desta faixa etária. A adoção desta medida facilitará a assistência aos alunos em caso de ocorrência de emergência, contribuindo para facilitar o atendimento dos profissionais da área de saúde", reitera.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Graça Amorim

Firmino Filho

Facebook
Indicado para você
Veja também