Viagora

“A gente perdeu tudo”, diz moradora sobre tragédia na zona Sul

Os moradores tiveram suas casas invadidas pela água e diversos prejuízos materiais, além de terem ocorrido três mortes, segundo relato do Corpo de Bombeiros.

Após ocorrer um rompimento de um muro de contenção de uma lagoa situada no bairro Parque Rodoviário, zona Sul de Teresina, na noite dessa quinta-feira (04), moradores tiveram suas casas invadidas pela água e diversos prejuízos materiais, além de terem ocorrido três mortes, segundo relato do Corpo de Bombeiros.

O Viagora esteve no local na manhã desta sexta-feira (05) e conversou com moradores sobre a tragédia.

Marinete Magalhães relatou que a enxurrada chegou forte até a sua rua e a água rapidamente invadiu as casas.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraTragédia no Parque RodoviárioA lama tomou conta das ruas e residências do bairro Parque Rodoviário.

“Foi muito de repente. Eu estava deitada e ouvi um barulho na rua, as pessoas gritando, aí vim no portão e olhei. Achei que não era nada demais até ver o monte d’água descendo. Minha afilhada chegou aqui dizendo ‘corre, madrinha, que a água tá tomando conta de tudo e matando gente’. Nisso eu chamei o meu marido e nós saímos. Agora a gente perdeu tudo. A água subiu alto, tanto que o meu carro que estava na garagem ficou flutuando. Estamos agora dependendo de ajuda”, disse a mulher.

Luís Magalhães, filho de Marinete, informou que soube da tragédia por um aplicativo de mensagens e que foi imediatamente ao local para saber o estado do local e procurar a mãe.

“Eu moro no Residencial Parque Sul e soube desse ocorrido pelo WhatsApp. Imediatamente eu vim aqui para ver como estava e se a minha mãe estava bem. É muito triste a gente se deparar com uma cena dessas, com muita água e tudo destruído. Agora é recomeçar do zero. A gente gostaria de saber como a prefeitura vai se impor. A SDU já está aqui ajudando a retirar os escombros”, relatou.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraFamília teve casa completamente destruída pela enxurradaFamílias tiveram suas casas completamente destruídas pela enxurrada.

Questionado se a Defesa Civil de Teresina já teria emitido algum alerta de possível inundação no local, Luís afirmou que nunca houve esse alerta e que nunca presenciou algum estudo sendo feito no local.

“A princípio, nunca teve esse alerta da Defesa Civil. Falei com alguns vizinhos e ninguém ouviu falar dessa possibilidade. Ninguém nunca viu nenhum agente por aqui fazendo avaliação dessa situação”, completou.

Além dos prejuízos materiais, três pessoas morreram na tragédia, sendo as vítimas um homem, uma idosa e uma criança.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraCasas foram completamente invadidas pela lamaEstado das casas após a enchente no Parque Rodoviário.

Edson Bacelar, filho de Maria das Graças, idosa de 71 anos vítima da enxurrada, relatou que chegou ao local depois de ser informado por vizinhos.

“Assim que soube, vim imediatamente pra cá. Quando cheguei, tive a notícia que a minha mãe já tinha falecido. O corpo dela está agora no IML. Estou tentando conseguir algum documento dela para fazer a retirada do corpo, mas até agora não foi achado nada nos escombros”, disse Edson.

O Corpo de Bombeiros Militar do Piauí está em alerta para caso ocorra uma nova enchente e divulgou um relatório sobre a tragédia.

Local do Evento: Parque Rodoviário, zona Sul de Teresina

Hora da chamada: 21h

Início da busca e resgate: 21h06

Ações: busca e resgate de vítimas ilhadas e em situação de risco;

Efetivo envolvido: 30 bombeiros militares;

Número estimado de casas afetadas: 35 a 40 casas afetadas;

Vítimas fatais: 3 vítimas, sendo uma no local e duas no hospital;

Número de feridos: mais de 30 feridos contabilizados até o momento.

Presentes na área do incidente: Corpo de Bombeiros, Cepisa, Samu, Polícia Militar, Defesa Civil Municipal, Prefeitura de Teresina.

Facebook
Indicado para você
Veja também