Viagora

Mulher baleada por ex-namorado PM diz que tiro não foi acidental

O caso aconteceu no bairro Três Andares, zona Sul de Teresina, no último dia 30 de dezembro e o suspeito está foragido.

Quase uma semana após ter sido baleada pelo ex-namorado policial militar, a vítima afirmou que garante que os tiros não foram acidentais. O caso aconteceu no bairro Três Andares, zona Sul de Teresina, no último dia 30 de dezembro.

A mulher que prefere não ter identidade revelada conta que os dois estavam em casa quando começaram a discutir por um motivo banal, o celular do suspeito tocou e a mulher pediu para que ele atendesse, nesse momento o policial teria ficado irritado.

“O celular dele começou a tocar e eu disse para ele atender, falei que não tinha mais nada com ele mesmo, então ele me disse: é por isso que fico com raiva, toda hora você diz que não me quer e eu vou te matar. Simplesmente isso e puxou a pistola”, disse a vítima em entrevista à TV Cidade Verde.

Segundo a mulher, os dois mantinham uma relação há oito anos e no último ano teria tentado terminar o relacionamento porque ele era agressivo, ela alega que ele já ameaçou de matá-la com um tiro na cabeça na frente da própria mãe.

Através de nota, a Delegacia de Feminicídio informou que ainda não há uma definição sobre o tipo do crime que poderá ser configurado como tentativa de feminicídio ou ainda lesão corporal. Ele fugiu do local do crime e até o momento não se apresentou à polícia.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Delegacia da Mulher

Facebook
Indicado para você
Veja também