Viagora

Setut diz que é inviável aumentar frota de ônibus em Teresina

O Setut afirmou que é preciso disponibilidade financeira antecipada para arcar com o aumento dos custos operacionais.

Nesta quinta-feira (09), o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT), por meio do Consórcio SITT, informou que enviou ofício para a Strans informando sobre a impossibilidade de aumentar a frota com 250 ônibus, determinada através de ordem de serviço pela prefeitura.

Conforme o Setut, a demanda atual não justifica a circulação da frota solicitada na ordem de serviço, além disso, o órgão afirmou que é preciso disponibilidade financeira antecipada para arcar com o aumento dos custos operacionais.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraParada de ônibusParada de ônibus

“Além disso, o documento apresenta gráficos e estudos técnicos onde comprovam que a atual quantidade de veículos ofertados está maior do que a demanda transportada” acrescenta trecho da nota.

Ainda segundo o órgão, a solicitação da Strans não está acompanhada de estudos técnicos necessários para comprovar a demanda alegada pela entidade na ordem de serviço.

O Setut ressaltou que a frota pode ser aumentada se a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsitos (Strans) providenciar antecipadamente as garantias necessárias para assegurar os custos extras.

Nessa quarta-feira (01), uma nova ordem de serviço foi emitida pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsitos (Strans) aos Consórcios e as empresas que atuam no transporte público da capital, que determina aumento da frota de ônibus com 250 veículos distribuídos nas quatro zonas de Teresina.

Felipe Leal, gerente de Planejamento de Transportes da Strans, afirmou que atualmente 200 ônibus circulam na capital, correponde a 95% da frota determinada, no entanto, a Strans averiguou que com a nova demanda de passageiros é necessário um aumento e ampliação na prestação de serviços.

Confira a nota  do Setut na integra:

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT), através do Consórcio SITT, informa que enviou ainda nessa semana, ofício para a Strans tratando sobre a Ordem de Serviço determinada pelo órgão municipal. O Sindicato informou da impossibilidade de aumentar a frota de ônibus, uma vez que a demanda atual transportada não justifica a colocação dos 250 ônibus operantes, e cita ser extremamente necessária a disponibilidade financeira do órgão gestor em arcar, antecipadamente, com o aumento dos custos operacionais decorrentes. 

Além disso, o documento apresenta gráficos e estudos técnicos onde comprovam que a atual quantidade de veículos ofertados está maior do que a demanda transportada. A entidade informou também que o pedido de acréscimo de 25% na quantidade de veículos na frota operante, não está acompanhada dos devidos e necessários estudos técnicos que comprovem tal necessidade.

O SETUT reiterou que se a STRANS der as garantias necessárias para que sejam arcados esses custos extras, antecipadamente pelo órgão gestor, certamente serão realizados os acréscimos solicitados.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Setut

Strans

Facebook
Indicado para você
Veja também