Viagora

Comitê Emergencial monitora áreas de risco no Santa Maria da Codipi

Segundo o comitê, a ação tem o objetivo de fiscalizar as áreas consideradas impróprias para moradia.

Nessa segunda-feira (10), o Comitê Emergencial do Período Chuvoso se reuniu na Sede da Saad Norte, para discutir sobre o balanço das ações executada pelos órgãos e a elaboração de novas estratégias de ação a serem realizadas em Teresina.

Segundo o Comitê Emergencial, uma das novas ações definidas é o monitoramento de áreas de invasão no bairro Santa Maria da Codipi. A medida começará a ser executada no assentamento Lindalma Soares, considerada área de risco e imprópria para moradia.

  • Foto: Divulgação/PMTComitê Emergencial do Período Chuvoso.Comitê Emergencial do Período Chuvoso.

Ainda de acordo com os órgãos, a medida tem o objetivo de fazer um reconhecimento da área, monitorar a quantidade de famílias e  as devidas orientações. A ação é realizada pela Secretaria Municipal de Defesa Civil, com apoio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas (Semcaspi) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação.

O secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante, explicou que o levantamento das áreas de risco nas regiões e das famílias impactadas auxilia na liberação de benefícios provenientes do Programa Cidade Solidária.

“O Prefeito Dr. Pessoa determinou que fosse realizado, com urgência, este levantamento nas áreas de risco da Santa Maria da Codipi e já começou a ser feito. Até o final do mês de janeiro, é possível que tenhamos alguma proposta de local para destinar a estas famílias” destacou.

A coordenadora de Habitação e Regularização Fundiária, da Semduh, Valdinete Ulisses afirmou que a Secretaria de Defesa Civil vai monitorar a área com o apoio de engenheiro e de assistente sociais que será o primeiro passo da ação, além de fazer o mapeamento e montar as estratégias.

Facebook
Indicado para você
Veja também