Viagora

Hospital Justino Luz de Picos já realizou 20 cirurgias neurológicas

O setor implementado em fevereiro desse ano, já realizou 20 neurocirurgias. A ação faz parte de um plano de Governo do Estado de descentralização dos serviços de alta complexidade

Na tarde de sexta (18), o Governo do Estado divulgou nota informando que o Hospital Regional Justino Luz, em Picos, com a abertura do serviço de Neurocirurgia ampliou a realização de procedimentos de alta complexidade.

Segundo o Governo do Estado, o setor implementado em fevereiro desse ano, já realizou 20 neurocirurgias. A ação faz parte de um plano de Governo do Estado de descentralização dos serviços de alta complexidade.

De acordo com o coordenador da Neurocirurgia do HRJL, o neurocirurgião Elton Bezerra, a equipe realizara procedimentos de urgências e considera positivo esse início. ““Estamos muito felizes. Já são 20 cirurgias e 124 pareceres neurocirúrgicos” explica.

Ainda segundo ele, que também coordena o serviço no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), há seis anos o HUT recebia todo e qualquer trauma neurocirúrgico do Piauí. As cirurgias bucomaxilofacial, provocadas por trauma, também recebem um parecer do setor de neurocirurgia e são realizadas por outra equipe especializada, também no Hospital de Picos.

Segundo a Diretora Geral, Genyana Leal, para oferecer o serviço o hospital passou por uma reestruturação para a criação do setor de neurocirurgia. “Fizemos uma reforma nos setores e criamos o setor da neurocirurgia que conta com três enfermarias com 12 leitos de internação clínica. O centro cirúrgico também passou por reforma e adequações para a realização das neurocirurgias. Contamos ainda com a equipe treinada para atender no setor, eles dão suporte em tempo integral para os pacientes do centro de terapia intensiva (UTI), enfermaria e também aos pacientes internados com Acidente Vascular Cerebral (AVC)”, destaca.

O presidente da Fundação Estadual Piauiense de Serviços Hospitalares, Ítalo Rodrigues, ressaltou que o Governador Wellington Dias, apostou na descentralização da saúde para levar esse serviço de alta complexidade para o interior.

Por Anna Paula Couto

Facebook
Indicado para você
Veja também