Viagora

Carro pega fogo e fica destruído no Parque das Crianças em Teresina

Conforme informações do Corpo de Bombeiros de Teresina, as equipes foram acionadas por volta de 09h e foram informados que um veículo estava em chamas no local.

Na manhã desta sexta-feira (04), um carro modelo Nissan pegou fogo após ser estacionado pelo proprietário e ficou completamente destruído, no Parque das Crianças, espaço localizado no antigo viveiro de mudas da zona Leste, ao lado da Ponte da Primavera, em Teresina.

Conforme informações repassadas ao Viagora pelo Tenente Humberto Douglas do Corpo de Bombeiros de Teresina, as equipes foram acionadas por volta de 09h e foram informados que um veículo estava em chamas no local.

Foto: Divulgação/Corpo de BombeirosCarro pega fogo no Parque das Crianças.
Carro pega fogo no Parque das Crianças.

Ainda segundo o Tenente Humberto, o incêndio começou após o proprietário do carro que é o coordenador do parque, ter estacionado o veículo. Logo após os funcionários avisaram ao dono do veículo que o carro estava saindo fumaça do capô e o homem tentou apagar as chamas com um instintor do próprio veículo, porém não foi eficaz.

“Nossa equipe foi acionada via Central de Comunicação com a informação que tinha veículo incendiado dentro do parque, nos deslocamos até o local e chegando lá constatamos o fato. A equipe de incêndio fez o combate as chamas e o veículo teve perca total. Eu pude conversar com o proprietário do veículo que é o coordenador do parque, ele me falou que tinha acabado de chegar no parque e após estacionar o carro foi alertado por funcionários que o veículo estava com fumaça na região do capô, ele ainda tentou utilizar um institor pequeno que tem nos veículos, mas não foi suficiente. O carro foi perca total ele era um veículo modelo Livina ano 2014, da Nissan, só tivemos perda materiais não tivemos vítimas nem feridos”, explicou o tenente do Corpo de Bombeiros.

O Tenente Humberto Douglas explica ainda que o carro deu perda total e que a principal causa para o início das chamas seriam um pane elétrico na região do capô do veículo.

“Eu expliquei para o proprietário que a causa do incêndio provavelmente foi uma pane elétrica, justamente nessa região do capô que é o mais comum. Por nossa agilidade de chegar até o local e o combate as chamas não teve riscos de atingir a região do tanque de combustível. Foi um horário que o parque ainda não estava aberto ao público, pois as pessoas poderiam acabar entrando em pânico”, destacou o tenente.

Facebook
Indicado para você
Veja também