Viagora

Semcaspi orienta famílias acolhedoras à sacar benefício de fevereiro

De acordo com a Secretaria, ação é parte do Programa Cidade Solidária e mais de 100 famílias devem sacar o benefício até 25 de abril.

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Públicas Integradas (Semcaspi) está convocando 110 famílias acolhedoras, para sacar o benefício referente ao mês de fevereiro, do Programa Cidade Solidária, na cidade de Teresina.

De acordo com a Semcaspi, ao todo são R$ 33.000,00 (trinta e três mil reais), que deverão ser sacados pelas famílias beneficiadas e estarão disponíveis até 25 de abril deste ano.

Foto: AscomSemcaspi alerta famílias acolhedoras à sacar benefício do Programa Cidade Solidária
Semcaspi alerta famílias acolhedoras à sacar benefício do Programa Cidade Solidária

Conforme o órgão municipal, os benefícios referentes ao mês de março já estão disponíveis e foram pagos para 878 famílias, sendo: 483 benefícios do aluguel social do Programa Cidade Solidária para inscritos neste ano; 217 benefícios do aluguel social de famílias acolhedoras em anos anteriores; e 178 benefícios do Auxílio Financeiro.

O secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante explica que o alerta é para as famílias que estão acolhendo outras famílias, que estavam morando em áreas de risco, a sacar os benefícios ainda disponíveis.

“O nosso prefeito tem dado maior atenção a estas famílias que estão em vulnerabilidade. Por isso, estamos fazendo um alerta para a importância das famílias sacarem estes valores. Caso estes valores não sejam sacados dentro do prazo, retornarão aos cofres públicos municipais e as famílias não poderão mais ter acesso a eles”, destacou.

Ainda segundo Allan Cavalcante, o Programa Cidade Solidária oferece duas modalidades de assistência: acolhimento em unidades da Prefeitura e aluguel social para quem acolhe famílias, que moravam em áreas de risco.

“Como forma emergencial, até que se tenha um destino efetivo para estas famílias, elas estão incluídas em duas modalidades de acolhimento, seja em uma unidade da Prefeitura ou na casa de algum familiar ou amigo, em ambas situações, elas recebem mensalmente: cestas básicas, kits limpeza e kit higiene, já o kit acolhimento é oferecido no primeiro contato, após o cadastro, e de acordo com a necessidade. O diferencial é que quem está acolhido na casa de algum familiar ou amigo, a família que acolhe recebe um valor de R$300”, pontuou.

ACESSO AO BENEFÍCIO

Segundo a Secretaria, para quem vai receber pela primeira vez o valor de R$300 do Programa Cidade Solidária, o/a representante da família acolhedora deverá se dirigir à agência do Banco do Brasil, localizada na Praça do Liceu, Centro de Teresina.

Os documentos necessários para ter acesso ao cartão são: RG, NIB (Número de Identificação Bancária) e informar o nome completo do (a) representante acolhida, que está cadastrada no Programa Cidade Solidária. Já quem possui o cartão do benefício, pode realizar o saque do aluguel social em qualquer agência bancária do Banco do Brasil.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Semcaspi

Facebook
Indicado para você
Veja também