Viagora

Policiais do DHPP são recebidos a tiros durante operação em Teresina

Conforme a polícia, o responsável por efetuar os disparos de arma de fogo é um policial civil reformado avô de um dos suspeitos.

Nesta quarta-feira (13), policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) durante diligência na zona Norte de Teresina, foram recebidos à tiros durante operação para localizar e prender suspeitos de envolvimento em um crime. 

Conforme a polícia, o responsável por efetuar os disparos de arma de fogo é um policial civil reformado avô de um dos suspeitos.

Segundo informações do coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Baretta, repassadas ao Viagora, policiais estavam em diligência em conjunto com a delegacia de entorpecentes na região do bairro Matadouro quando aconteceu o fato. “Os policiais da delegacia de homicídios Leste, todo dia estão cumprindo medidas cautelares, como busca e apreensão, prisões e outras medidas. E hoje pela manhã os policiais estavam fazendo diligncias, inclusive com o apoio da delegacia de entorpecentes da Polinter, fizeram uma abordagem para fazer uma busca e apreensão na zona norte na região do Matadouro, na casa de um indivíduo suspeito em envolvimentos em crimes. Lá o policial que é avô desse indivíduo, efetuou um disparo de arma de fogo e foi conduzido aqui para a delegacia e está sendo autuado em flagrante", explicou.

Foto: Luís Marcos/ ViagoraCoordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa(DHPP), Francisco Bareta
Coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa(DHPP), Francisco Bareta

De acordo com Baretta, o homem também proferiu palavras pejorativas contra o delegado e os policiais, e por isso também está sendo autuado por desacato à autoridade.  “Acho que ele sabia quem era os policiais, e tudo, ele proferiu palavras pejorativas contra o delegado, contra os policiais, e por isso ele também está sendo autuado por desacato a autoridade, por que aqui é o seguinte, a justiça pra ser boa começa de casa, ele sabia quem era os policiais, tudo bem, ele não tem nada a ver com o neto, o crime não passa da pessoa do criminoso, se ele não tiver nada com o crime tudo bem, mas agora querer dar guarita aí é que não pode, entendeu?, e aí ele está sendo autuado em flagrante”, disse o delegado.

Ainda segundo o delegado, o neto do homem, que é conhecido como Babé, não estava no local, mas foram encontrados outros suspeitos que ligam o neto do policial a crimes praticados na zona Norte e Leste da cidade. “Infelizmente o neto não se encontrava no local, que é um indivíduo conhecido como Babé, mas foi encontrado outros elementos que ligam o neto dele a alguns crimes praticados ali na zona norte e na zona leste de Teresina”, informou.

Por Amanda Santiliana

Facebook
Indicado para você
Veja também