Viagora

Carro fumacê volta a circular nos bairros de Teresina

Segundo a gerência de Zoonoses da FMS a solicitação do produto já tinha sido feita à Secretaria Estadual da Saúde.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina retoma nesta sexta-feira (13) o trabalho com os carros fumacê, devido aos números de casos de dengue que estão acontecendo na capital.

Os carros estavam sem circular desde segunda-feira (09), devido à falta do inseticida Cielo, que é disponibilizado pelo Ministério da Saúde e distribuído pelas Secretarias Estaduais da Saúde para os municípios.

Segundo a gerencia de Zoonoses da FMS a solicitação do produto já tinha sido feita à Secretaria Estadual da Saúde e que no final da manhã desta sexta-feira (13) disponibilizou o inseticida. “Com o recebimento do produto reiniciamos ainda hoje pelo Bairro São Pedro o trabalho com o carro fumacê”, disse o gerente de zoonoses da FMS, Paulo Marques.

Foto: DivulgaçãoMosquito transmissor da dengue.
Mosquito transmissor da dengue.

Os bairros São Pedro, Matadouro, São Joaquim, Beira Rio, Extrema, Parque Brasil, Pedra Mole, Piçarreira, Cristo Rei, Parque Universitário e Beira Rio estarão sendo pulverizados nos próximos dias. O carro circula, no começo da manhã e no final da tarde, em horários apontados como mais propícios para presença Aedes Aegypti. No momento em que o carro fumacê estiver na rua, todos devem abrir portas e janelas para que o inseticida dispensado no ar possa circular dentro das casas, eliminando o maior número possível de mosquitos da Dengue.

Conforme o Ministério da Saúde, a utilização do carro fumacê somente é indicada onde existe alto índice de infestação do Aedes aegypti e casos notificados da dengue, Zika, Chikungunya. De acordo com informações da Diretoria de Vigilância em Saúde municipal, até a presente data, Teresina tem 1.491 casos de dengue confirmados.

A FMS vem realizando diversas ações para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya. A FMS ainda informa que apoio da população é fundamental nesse sentido e que cabe a cada morador evitar objetos que acumulam água parada e manter limpos todos os ambientes.

Por: Matheus Santos

Facebook
Indicado para você
Veja também