Viagora

GP Teresina de Ciclismo encerra e se destaca pela estrutura

A competição teve a participação de equipes de seis estados, sendo eles o Piauí, Maranhão, Ceará, Paraíba, Bahia e do Pará.

Foi encerrada nesse domingo (22), a segunda edição do GP Teresina de Ciclismo. O objetivo desse GP, assim como o anterior, foi o de homenagear Teresina e mostrar para os atletas do Piauí e de outros estados que a capital tem potencial e estrutura para grandes competições e que não deixa a desejar, pois a estrutura e a organização são dignas de campeonatos regionais e nacionais, como os realizados pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

Segundo a prefeitura de Teresina, o GP teve a participação de equipes de seis estados, sendo eles o Piauí, Maranhão, Ceará, Paraíba, Bahia e do Pará. O evento fez a estreia de Conta Relógio Individual (CRI) em campeonatos estaduais de ciclismo, tendo ainda o Circuito e a prova de Resistência, abrindo o calendário piauiense de ciclismo de estrada 2022.

Foto: Divulgação/ Prefeitura de TeresinaGP Teresina de Ciclismo
GP Teresina de Ciclismo

João Duarte, que é presidente da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb), João Duarte, prestigiou o GP e destacou a importância do incentivo ao ciclismo, pois a cidade é propícia para a prática deste tipo de esporte. “Vamos incentivar ainda mais, por meio da prefeitura de Teresina”, destacou.

De acordo com a prefeitura, o evento começou na sexta-feira (19), com a entrega de kits e briefing técnico, no Centro de Convenções de Teresina, inserido na vasta programação do Seminário Entre Rios, evento que teve palestras, corrida a pé e patins speed, com organizações do IGDS, da Prefeitura Municipal de Teresina e do Governo do Estado do Piauí.

Quanto à estrutura do GP Teresina de Ciclismo, o evento contou com cerca de 50 pessoas trabalhando, além de todo o apoio da Strans e da Polícia Militar do Piauí, que fizeram a segurança do percurso de 3,4 km, passando pela avenida Raul Lopes e Ponte estaiada, além da segurança do Complexo Turístico Mirante da Ponte Estaiada. O evento também teve ambulância cedida pela Unimed Teresina, quatro carros e três motos, além de água e frutas servidas à vontade pelos parceiros do evento.

Fernando Correia Lina, presidente da Federação de Ciclismo do Piauí (FCP), disse que foi uma competição que pode ter a presença de atletas de todo o país, pelo nível técnico de excelência. “Foi uma decisão acertada abrir o campeonato estadual com um evento aberto e com as três disciplinas oficiais do ciclismo de estrada, pois elevou a participação e o nível técnico.

Já o presidente do Colégio de Comissários do evento, cearense Eduardo Lopes, ressaltou que a parte técnica, que faz cumprir o regulamento, contou com seis comissários de prova, todos oficiais com cursos de comissariado de provas.

“O evento teve uma estrutura muito boa de percurso e segurança para os atletas, de comunicação e cronometragem. A comunicação e divulgação é excelente, com transmissão ao vivo, banheiros químicos suficientes, socorro médico, quantidade de barras de proteção da pista na área de largada e chegada acima do que é exigido pela UCI (União do Ciclismo Internacional). Além disso, esse novo formato de prova, com as três disciplinas acontecendo em um único final de semana atrai atletas de ponta que correm em provas oficiais da CBC e isso eleva a qualidade técnica. O evento está de parabéns”, destacou Eduardo Lopes.

Resultados do GP Teresina de Ciclismo

Segundo a prefeitura, o campeão na categoria Elite Masculino, foi o ciclista de Ananindeua, no Pará, Samuel Nunes. Já o segundo colocado, foi o ciclista Leandro Rabelo, de Fortaleza, Ceará, da equipe João Ciclo Cannondale Team, equipe que veio com dez atletas masculinos e abocanhou troféus em outras categorias. Leandro também foi campeão no CRI. O piauiense de Teresina, Matheus Ferreira, ficou em 4° e por isso já começa na liderança do Estadual na Resistência. Na prova de Circuito, Matheus ficou em 3° lugar, ficando com o título de campeão, o baiano de Salvador, Patricson Braz.

Já na categoria Elite Feminino, só deu Piauí dp 1° ao 4° lugar, com a teresinense Karine de Macedo Frota em 1° lugar. O 5° lugar ficou com a maranhense de São Luís, Mayra Bastazini. No sábado, Karine também foi campeã doo CRI. Já no circuito, a campeã também foi de Teresina, Maria do Socorro Vasconcelos, com Karine em 2°.

Por: Matheus Santos

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Prefeitura de Teresina

Facebook
Indicado para você
Veja também