Viagora

Perito é indiciado por estupro de duas crianças em Teresina

Segundo o delegado Matheus Zanatta da Polícia Civil, os depoimentos das vítimas foram ouvidos e elas relatam que foram abusadas reiteradamente no condomínio, principalmente, na área da piscina.

Nesta quinta-feira (09), a Polícia Civil do Piauí finalizou o inquérito policial referente ao caso do perito criminal identificado como Francisco das Chagas Pinheiro Martins, de 64 anos, investigado por abusar sexualmente de duas crianças em um condomínio onde residia em Teresina. O suspeito foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável.

Segundo informações repassadas pelo delegado Matheus Zanatta da Polícia Civil, as vítimas relatam em depoimento que foram abusadas reiteradamente no local, principalmente na área da piscina.

“O inquérito policial do perito acusado por crimes sexuais foi concluído. Temos duas vítimas crianças que relatam que eram abusadas reiteradamente no condomínio onde moravam, principalmente na área da piscina”, explica.

De acordo com o delegado, após extrair alguns celulares para auxiliar na investigação as equipes colheram informações que apontavam para uma dependência emocional das crianças com o perito criminal.

Matheus Zanatta explica que para indiciar o acusado foi considerado provas robustas. Francisco das Chagas foi preso preventivamente no dia 13 de maio deste ano e se encontra a disposição da Justiça.

“Foi feito algumas extrações de celulares onde demonstram uma certa dependência emocional das vítimas com relação ao acusado. Tivemos provas robustas para fazer o indiciamento, o acusado foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, foi preso temporariamente e depois da prisão foi convertida em prisão preventiva e hoje ele encontra-se a disposição da justiça”, afirma.

Facebook
Indicado para você
Veja também