Viagora

Cresce percentual de estudantes que já sofreram bullying em Teresina

De acordo com o IBGE, estudantes do sexo feminino passaram a confirmar um número maior de relatos sobre bullying.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), através da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), apontou que o índice de estudantes adolescentes que já sofreram bullying aumentou em Teresina, capital do Piauí.

De acordo com o IBGE, o índice de estudantes teresinenses que já afirmaram terem sofrido intimidação em 2009 era de 30,2%, atingindo 42,9% em 2019. O levantamento aponta que a taxa de adolescentes que sofreram bullying na capital é maior que a média de todas as capitais do país, que atingiu 40,3% em 2019.

Segundo a pesquisa, estudantes do sexo feminino passaram a confirmar um número maior de relatos sobre bullying com o passar do tempo. Em 2009, 31,9% meninos responderam positivamente o levantamento, e meninas apresentaram porcentagem de 28,7%. Já no ano de 2009, o cenário apresentou que elas chegaram a 44,9%, e meninos a 41,1%.

Conforme informações da PeNSE, estudantes de escolas privadas sofreram bullying em maior quantidade, em comparação com estudantes de redes públicas. No ano de 2009, responderam positivamente 28,9% de estudantes de escolas públicas e 32,8% estudantes da rede privada. Em 2019, a diferença ficou menor, com 43,8% em unidade privadas e 42,5% em unidades escolares públicas.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

IBGE

Teresina

Facebook
Indicado para você
Veja também