Viagora

CRM-PI cobra da Prefeitura de Teresina solução dos problemas na Saúde

De acordo com o Conselho Regional de Medicina do Piauí, foram realizadas várias fiscalizações em UBSs, UPAs e Hospitais da Capital.

Nessa quarta-feira (27), o Conselho Regional de Medicina do Piauí, divulgou uma nota sobre as denúncias apresentadas contra a situação da saúde pública de Teresina.

Na nota, o Conselho relata que realizou várias fiscalizações em UBSs, UPAs e Hospitais da Capital do Piauí, e que constatou problemas no abastecimento de medicamentos.

“Tal fato é decorrente de situações administrativas, de programação de consumo e compras através de processo licitatório, além da falta de pagamento a fornecedores e da inadimplência de contratos, tais como o referente ao serviço de Radiologia de toda a rede de saúde, inclusive a tomografia do HUT que passou a ficar sem funcionar a partir da tarde de hoje”, diz trecho da nota.

De acordo com o CRM-PI, as condições de trabalho para os médicos são péssimas e que não conseguem prestar melhor atendimento aos pacientes. ”Os pacientes sofrem por não receberem a assistência de que necessitam e podem apresentar complicações, com possível óbito, em razão da ausência de medicamentos ou materiais de socorro médico”, frisa o Conselho.

O CRM-PI afirma também que irá solicitar aos gestores municipais adequações imediatas de todos os problemas apontados nos relatórios.

Facebook
Indicado para você
Veja também