Viagora

Sasc segue com Busca Ativa para promover Piauí Acolhe

Durante as primeiras duas semanas do mês de maio foi-se visitado mais de quatro cidades no estado.

A Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) está realizando Busca Ativa para promover o programa Piauí Acolhe, capacitando gestores e técnicos dos Centros de Referência em Assistência Social (Cras). Durante as primeiras semanas do mês de maio foram visitados os municípios de Paulistana, Acauã, Campo Maior, Jatobá do Piauí e Altos.

Segundo a Sasc, o programa tem por objetivo localizar e pagar um benefício de R$ 500 a crianças que perderam os pais para a Covid 19. Foram localizados mais de 15 órfãos – através de Busca Ativa no Piauí - desde o seu início em outubro de 2021.

Foto: Divulgação/ Governo do PiauíCapacitação de técnicas do Sasc - PI
Capacitação de técnicas do Sasc - PI

A Assistente Social da Sasc, Camila Nogueira, explica que as capacitações são importantes para sensibilizar os técnicos informar sobre quem tem direito ao benefício.

Os requisitos para receber o auxílio são a família de origem ou a família que acolhe receber até três salários mínimos, os órfãos terem menos que 18 anos, residirem no Piauí a mais de um ano, não obrigatoriamente sendo piauiense.

Foto: Divulgação/ Governo do PiauíAssistentes sociais no treinamento do Piauí Acolhe.
Assistentes sociais no treinamento do Piauí Acolhe.

Uma das principais dificuldades para inclusão das crianças no programa é a comprovação que a morte dos pais se deu por conta da Covid-19. Segundo Camila, “Muitos órfãos já foram beneficiados por meio do aditivo a Lei 7.611, que estende o benefício a quem perdeu apenas um dos pais, ainda assim é difícil pois muitas famílias no interior não buscaram a comprovação da causa da morte do parente”, finaliza a assistente social.

Por Isadora Cavalcante 

Mais conteúdo sobre:

Sasc

Piauí

Facebook
Indicado para você
Veja também