Viagora

Adolescente é atraída por amiga e brutalmente assassinada

Alessandra Costa, 17 anos, teria sido morta após confessar à amiga que já teve relacionamento com um membro da facção rival, em Roraima.

O corpo de uma adolescente que estava desaparecida desde o dia 3 de março foi encontrado parcialmente carbonizado em Roraima, nessa sexta-feira (6).

De acordo com informações da Polícia Civil, Alessandra Costa, de 17 anos, teria sido executada pelo tribunal do crime após confessar a um jovem com quem tinha um caso que já havia se envolvido com um membro da facção rival.

  • Foto: DivulgaçãoAlessandra Costa, de 17 anosAlessandra Costa, de 17 anos.

Segundo as investigações, a adolescente teria sido atraída para ser morta pela irmã da pessoa com quem tinha o caso. O corpo de Alessandra foi queimado e encontrado em avançado estado de decomposição. Duas pessoas foram presas em flagrante, de 18 e 20 anos.

A menina confessou a participação no crime e levou os agentes até o local em que a vítima foi abandonada. Alessandra teria morrido porque o namorado achou que ela estava se aproximando com a intenção de atraí-lo para depois matá-lo. Ainda de acordo com a Civil, Alessandra foi executada com um golpe chamado mata leão (estrangulamento), de acordo com a perícia.

Os autores teriam ainda amarraram os braços e as pernas da vítima com um pano. Depois a levaram para uma área de mata e atearam fogo em seu corpo. A polícia identificou mais dois suspeitos, que ainda não foram localizados.

Mais conteúdo sobre:

Feminicídio

Facebook
Indicado para você
Veja também