Viagora

Piauienses são resgatados em condições análogas à escravidão no DF

Os trabalhadores relataram aos policiais que passavam muitas horas na lavoura e que não recebiam pagamento.

Na tarde desse sábado (25), em operação realizada pela Polícia Militar do Distrito Federal (PM-DF), 10 pessoas oriundas do Piauí foram resgatadas de situação análoga ao trabalho escravo, na região rural do Gama. A ação aconteceu após uma denúncia anônima realizada através do telefone 190.

Conforme a PM-DF, o trabalho era executado em uma plantação de hortaliças em uma região localizada no DF-180. Os resgatados relataram aos policiais que passavam muitas horas na lavoura e que não recebiam pagamento pelo trabalho.

  • Foto: DivulgaçãoAlojamento dos trabalhadores no Rancho Paixão.Alojamento dos trabalhadores 

Além disso os trabalhadores alegaram que não possuiam condições de sair do local devido os gastos com passagem entre o estado do Piauí e Brasília e com alimentação, até mesmo pelo colchão que dormiam. Os policiais declararam que o local era “degradante”, informou o G1.

Segundo a polícia, um homem foi conduzido a PF que lavrou o auto de prisão em flagrante por “reduzir alguém a condição análoga à escravo”, conforme o artigo 149 do Código Penal. O responsável pela lavoura afirmou que iria registrar os trabalhadores e melhoras suas condições de trabalho.

Os trabalhadores também relataram que comeram arroz com farinha no natal e mostraram a PM a situação do alojamento, que foram caracterizadas como inadequadas, e afirmaram que não recebiam materiais adequados para higiene pessoal.

As pessoas que se encontravam em situação análoga a escravidão foram enviadas para um hotel na região de Taguatinga, a PM afirmou que a advogada dos donos da propriedade rural providenciou a hospedagem dos trabalhadores até a data de embarcar para o Piauí.

Com informações do G1

Mais conteúdo sobre:

Polícia Federal

Facebook
Indicado para você
Veja também