Viagora

Lei aprovada pela Câmara reconhece vaquejada como esporte em Teresina

Os parlamentares derrubaram o veto do prefeito Firmino Filho (PSDB), o primeiro da atual legislatura.

A Câmara Municipal de Teresina promulgou na última quarta-feira (10) a Lei que reconhece a vaquejada como atividade desportiva na capital. Os parlamentares derrubaram o veto do prefeito Firmino Filho (PSDB), o primeiro da atual legislatura.
Imagem: CMTA Lei nº 4.381, de 3 de abril de 2013 reconhece no âmbito do município de Teresina, as competições de vaquejadas como atividades desportivas.(Imagem:CMT)A Lei nº 4.381, de 3 de abril de 2013 reconhece no âmbito do município de Teresina, as competições de vaquejadas como atividades desportivas.
A Lei nº 4.381, de 3 de abril de 2013 reconhece no âmbito do município de Teresina, as competições de vaquejadas como atividades desportivas. A proposição foi do então vereador Urbano Eulálio (PSDB) e defendida pelos vereadores Samuel Silveira (PMDB) e Antônio José Lira (DEM), que ocupam mandato na Casa.

Imagem: CMTA Lei nº 4.381, de 3 de abril de 2013 reconhece no âmbito do município de Teresina, as competições de vaquejadas como atividades desportivas.(Imagem:CMT)A Lei nº 4.381, de 3 de abril de 2013 reconhece no âmbito do município de Teresina, as competições de vaquejadas como atividades desportivas.
O Presidente da Câmara Municipal de Teresina, Rodrigo Martins (PSB) assinou a lei com apresença dos vereadores Aluísio Sampaio (PDT), Edvaldo Marques (PSB) e representantes da Associação dos Vaqueiros do Piauí e integrantes da banda Forró Bandido convidados por Urbano Eulálio.

A lei preza ainda pela saúde e integridade física dos animais que deverão ser atestados por um médico veterinário.

O presidente da CMT, vereador Rodrigo Martins, lembrou as discussões a respeito do projeto no parlamento, foram contabilizados 17 votos a favor da regulamentação da vaquejada, contra 10 votos. “Ao aprovar essa matéria e derrubar o veto do Executivo, esta Casa demonstra sua independência e espaço para debate de ideias, tendo em vista que alguns parlamentares são contra a atividade”, ressalta Rodrigo Martins.

Imagem: CMTIntegrantes da banda Forró Bandido prestaram o seu reconhecimento à importância da lei (Imagem:CMT)Integrantes da banda Forró Bandido prestaram o seu reconhecimento à importância da lei
O vereador Antônio José Lira acredita que a vaquejada reforça a identidade cultural do homem sertanejo e destaca a importância da atividade na geração de emprego e renda. “A atividade de vaquejada é algo que faz parte da nossa cultura desempenhando grande papel no entretenimento da população e na geração de renda para várias categorias”, destaca Antônio José Lira.
Imagem: CMTA lei preza ainda pela saúde e integridade física dos animais que deverão ser atestados por um médico veterinário.(Imagem:CMT)A lei preza ainda pela saúde e integridade física dos animais que deverão ser atestados por um médico veterinário.
Mais conteúdo sobre:

Esporte

Facebook
Indicado para você
Veja também