Viagora

Orçamento do Estado 2022 deve ser votado na próxima terça na Alepi

Conforme o relator do projeto e presidente da Comissão de Fiscalização e Controle, deputado Henrique Pires, haverá um aumento dos repasses destinados a Segurança Pública e Saúde.

Na manhã desta sexta-feira (17), os últimos ajustes do Orçamento Geral do Estado para 2022 foram discutidos na Assembleia Legislativa do Piauí e o relator do projeto, Henrique Pires, afirmou que as adequações que propostas no relatório não retiram recursos de áreas como saúde, educação, segurança ou assistência social.

Conforme o relator do projeto e presidente da Comissão de Fiscalização e Controle, deputado Henrique Pires, haverá um aumento dos repasses destinados a Segurança Pública e Saúde.

  • Foto: DivulgaçãoHenrique Pires apresenta reajustes do Orçamento Estadual 2022.Henrique Pires apresenta reajustes do Orçamento Estadual 2022.

“Pelo contrário, estamos é aumentando como, por exemplo as emendas de bancadas que irão para aquisição de veículos para a Segurança, cestas básicas e para o Hospital São Marcos, por exemplo”, explica o parlamentar.

O deputado afirmou que a proposta do Executivo para os demais poderes era de 7,6% ano base de 2020, a nova proposta apresentada no relatório é de quase 11% ano, base 2021.

Para o parlamentar “a Assembleia é a casa do diálogo, da conversação e conseguimos essa harmonia”,afirma o relator do orçamento.

Segundo Henrique Pires, a diminuição da parte do executivo será composta com recursos de reserva, empresas de capital, bem como recursos de empresas públicas que praticamente não existem mais.

“A proposta de R$ 1,9 bilhões permanece, não houve aumento no bolo e sim adequação das distribuições, sem redução de repasse para estas áreas”, afirma Henrique Pires.

O presidente da Comissão de Finanças também destacou a Alepi aprovou o aumento do reajuste dos servidores e a data abril, que segundo Henrique Pires, a proposta do Governo era de 8% e o reajuste ficou em 10%, representando um aumento de 2%.

Uma audiência pública foi realizada durante a discussão e contou com todos os poderes e representantes da sociedade covil e dos órgãos, além de outras reuniõe com representantes da Secretaria de Planejamento, Fazenda, Ministério Público, Defensoria Pública, Uespi, Tribunal de Justiça e Tribunal de Contas do Estado. “O debate foi amplo”, finaliza o deputado.

Nesta segunda-feira (20), as comissões técnicas devem se reunir para analisar o relatório do Orçamento Geral do Estado para 2022. A votação deve ocorrer na próxima terça-feira (21).

Facebook
Indicado para você
Veja também