Viagora

Secretário da Saúde Néris Júnior visita o Hospital Getúlio Vargas

O órgão de saúde informou que através de parceria com a Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISHER), está promovendo a implantação de mais duas salas de cirurgia cardiológica.

Na manhã desta quarta-feira (11), o secretário de Estado da Saúde, Néris Júnior, promoveu uma visita às instalações do Hospital Getúlio Vargas. Além disso, o gestor discutiu sobre os novos serviços cardiológicos e neurológicos que devem ser implantados na unidade, bem como o Núcleo Estadual de Prevenção ao Suicídio.

Conforme a Sesapi, a unidade de saúde é referência no Piauí na especialidade de cardiologia. O órgão de saúde informou ainda que através de parceria com a Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISHER), está promovendo a implantação de mais duas salas de cirurgia cardiológica para contemplar os pacientes do hospital.

Foto: Divulgação/Governo do PiauíSecretário de Estado da Saúde, Néris Júnior, em visita técnica.
Secretário de Estado da Saúde, Néris Júnior, em visita técnica.

O secretário Néris Júnior destacou o desenvolvimento do Hospital Getúlio Vargas e a importância da ampliação do atendimento hospitalar. “Estamos avançando nos cuidados com a saúde do piauienses e sabemos que problemas cardiológicos são uns do que mais matam e ampliar este atendimento é uma das nossas prioridades e em breve o HGV ganhará mais espaços para estes serviços”, afirma o gestor.

Ainda segundo a Sesapi, o gestor da pasta participou de uma reunião para tratar sobre os projetos de criação das linhas de cuidados especiais para tratamento de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), as duas doenças que mais matam no mundo.

De acordo com a Secretaria, na oportunidade o debate contou com a presença e contribuição do diretor do HGV, Osvaldo Mendes, presidente da FEPISHER, Ítalo Rodrigues, com o coordenador da Rede de Urgência e Emergência da Sesapi, Dr. Telmo Mesquita e profissionais médicos.

Néris Júnior explica que a medida requer uma preparação da rede hospitalar regional visando um atendimento mais rápido que assegure a sobrevivência e minimize as sequelas do paciente.

“Esta proposta prevê uma preparação da rede de hospitais regionais, para oferecer suporte rápido aos pacientes visando garantir a sobrevivência e minimizar eventuais sequelas. E o HGV será a unidade referência para estas especialidades. E hoje estamos debatendo os ajustes necessários para que estes serviços possam iniciar, uma vez que a implantação das linhas de cuidados especiais exige também a aquisição de equipamentos, insumos, criação e compartilhamento de protocolos. Em breve vamos levar a proposta à governadora Regina Sousa”, pontua.

Por fim, o secretário ainda averiguou algumas salas do Ambulatório Dirceu Mendes Arcoverde (Ambulatório Azul), que podem receber as instalações do Núcleo Estadual de Prevenção ao Suicídio.

Segundo a Sesapi, o núcleo tem o objetivo de fazer o acolhimento das pessoas que passam por sofrimento psíquico por meio de triagem de demandas espontâneas ou reguladas. Além de contar com atendimento multidisciplinar de psicólogos, psiquiatras, assistente social e terapeuta ocupacional; haverá escuta qualificada e intervenções diretivas pela equipe com acolhimento e orientações aos familiares da pessoa atendida pela equipe.

Conforme o secretário, por meio desse acolhimento a população também poderá ter acesso aos serviços de dispensação farmacológica e articulação com as Redes de Atenção visando um cuidado compartilhado.

“Nós estivemos conhecendo um dos possíveis locais que poderá ser implantando este núcleo. Os cuidados com a saúde mental é uma das principais demandas da Governadora Regina Sousa, que é muito preocupada com este tema”, afirma o Néris Júnior.

O foco do Núcleo é atender as pessoas que possuem comportamento suicida ou ainda aquelas que tentaram de fato tentar contra a própria vida, reguladas dos Serviços de Atenção Básica, Centros de Atenção Psicossocial, Rede Hospitalar e Rede Intersetorial, explica a Gerente de Atenção à Saúde Mental da Sesapi, Virginia Pinheiro.

“Acolher pessoas com ideação suicida ou que tentaram suicídio, articulando com as Redes de Atenção um cuidado compartilhado é o nosso foco”, finaliza.

Facebook
Indicado para você
Veja também