Viagora

Sesapi faz alerta aos municípios sobre controle da dengue no Piauí

O Secretário de Estado da Saúde, Neris Júnior, ainda anunciou que o Estado receberá 4 mil litros do veneno Cielo, utilizado para matar o mosquito adulto, que chegará ate o final desta semana.

Durante a reunião da Comissão Intergestora Bipartite nesta quarta-feira (25), o secretário de Saúde fez um alerta aos municípios piauienses sobre as prevenções contra as doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypit diante do aumento dos casos de dengue e chikungunya no Piauí.

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), o Estado já registrou três mortes por dengue. Neris Júnior afirma que a situação é preocupante e que o Piauí apresentou um aumento significativo dos casos.

Foto: Divulgação/ SesapiReunião da Comissão Intergestora Bipartite com secretário Neris Júnior.
Reunião da Comissão Intergestora Bipartite com secretário Neris Júnior.

“Estamos muito preocupados com a situação, tanto da dengue como da chikungunya, no nosso estado, que apresentaram um aumento significativo este ano. Por isso pedimos aos nossos municípios que mantenham todos os cuidados necessários para evitar proliferação do Aedes Aegypti, de forma continua e que estejam trabalhando junto com sua população”, afirma.

Na oportunidade o gestor da pasta ainda anunciou que o Estado receberá 4 mil litros do veneno Cielo, utilizado para matar o mosquito adulto, que chegará ate o final desta semana.

“Nós vamos está recebendo este inseticida até o final desta semana e disponibilizando aos municípios através das nossas regionais de saúde”, explica.

Segundo a Sesapi, o secretário também afirmou que 37 municípios ainda não realizaram a inserção de dados sobre os casos no Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (SIES). O gestor explica que as informações são importantes para o monitoramento epidemiológico e posterior envio de inseticida as cidades impactadas.

“Para que a Sesapi faça a entrega desses produtos químicos o Ministério da Saúde exige que os municípios estejam com os dados atualizados, pois é através deles que são analisadas a situação epidemiológica de cada cidade. Para receber o Cielo também é necessário que o gestor municipal faça a solicitação à sua regional de saúde”, alerta Neris Júnior.

Por fim, o secretário de saúde pediu o apoio e colaboração da população no enfrentamento ao mosquito e explicou as medidas que devem ser adotadas para controlar esse cenário.

“A principal medida preventiva para o controle das arboviroses é evitar recipientes e vasilhames ou qualquer local que cumule água nas áreas externas e internas das residências, uma vez que esses locais podem se transformar rapidamente em criadouros para o mosquito, por isso pedimos que todos mantenha a limpeza desses locais”, complementa.

Facebook
Indicado para você
Veja também