Política

Deputado Dr. Pessoa descarta apoiar Júlio Cesar ao Senado

O deputado estadual não afirmou que vai sair do PSD. Já Júlio Cesar demonstrou tranquilidade sobre a decisão do companheiro de partido.
15/02/2018 18h00 - atualizado

O deputado estadual Dr. Pessoa reclamou de falta de atenção do PSD e afirmou que não vai apoiar o deputado federal Júlio César ao Senado. Nesta quinta-feira (15), o assunto foi tratado no Diretório Estadual do partido, em Teresina. O parlamentar não afirmou, porém, que irá sair do PSD.

  • Foto: PSDReunião do Diretório Estadual do PSDReunião do Diretório Estadual do PSD

“Como o governador não chamou o deputado Júlio César, meu prazo expirou. Consequentemente eu não tenho compromisso de apoiar o deputado Júlio César ao Senado da República”, disse o deputado estadual em declaração a TV Cidade Verde. 

Dr. Pessoa havia dito que hoje, 15 de fevereiro, era a data limite para decidir se apoiaria ou não a pré-candidatura do PSD ao Senado Federal.

Quanto a seu futuro partidário e o cargo que vai concorrer nas eleições, a decisão ainda não foi tomada. “Posso ser candidato a governador, candidato a senador, deputado federal, deputado estadual, que sou bem aceito na Assembleia Legislativa do Estado do Piauí. Por exemplo, hoje têm dois partidos me convidando mais tarde pra mim (sic) conversar”, afirmou.

Júlio César, por outro lado, se mostrou compreensivo com o novo posicionamento de Dr. Pessoa e destacou a imagem de seu colega na capital e em outros municípios do estado. “Embora ele continue sem ter compromisso, a partir de hoje, com a nossa candidatura de senador, nós continuamos amigos partidário, uma pessoa que admiro, a grande liderança que o Pessoa tem em Teresina e no Piauí”, relatou na entrevista a emissora piauiense.

Sobre uma possível candidatura ao Senado Federal, Júlio César diz que ainda tem interesse. “Continuo Pleiteando”, asseverou.

Outros candidatos ao Senado

Os atuais senadores Ciro Nogueira e Regina Sousa já se posicionaram demonstrando interesse em tentar a reeleição. O atual presidente da APPM, Gil Carlos, já disse que tem apoio dos prefeitos do Piauí a uma pretensa candidatura.

Robert Rios disse que não tentará ocupar vaga na Alepi, mas se for se candidatar nessas eleições de 2018, será concorrendo ao cargo de senador. O ex-deputado federal Jesus Rodrigues também está engajado em sua pré-candidatura ao Senado Federal.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web