Geral

Duas das nove malas com dinheiro apreendidas com Geddel sumiram

Ao todo, foram apreendidos R$ 51 milhões em 9 malas, mas agora só existem 7 malas.
RAYANE TRAJANO
28/11/2017 17h14 - atualizado

Duas malas cheias de dinheiro, apreendidas em apartamento ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, sumiram. É o que aponta um relatório da Polícia Federal, feito pelo escrivão Francisco Antônio Lima de Sousa. Ao todo, foram apreendidos R$ 51 milhões em 9 malas, mas agora só existem 7 malas.  No início da noite a Polícia Federal negou a informação e disse que o dinheiro foi depoistado. 

O relatório do escrivão é parte do inquérito que investiga a origem do dinheiro. De acordo com o relato, a Superintendência da PF na Bahia enviou para Brasília, sete malas, duas a menos que o registrado no auto de arrecadação, no dia em que o dinheiro foi apreendido. A informação foi publicada pelo O Globo.

  • Foto: Polícia FederalDinheiro encontrado pela Polícia FederalDinheiro encontrado pela Polícia Federal

"Certifico que quando do recebimento do material encaminhado pela SRIPF/BA, referente à Operação Tesouro Pedido, através dos memorandos nº 3530/2017, 3531/2017 e 3532/2017, foi constatado a presença de somente 7 malas, sendo 6 grandes e 1 pequena, quando no Auto de Apreensão relaciona 9 malas, sendo 6 grandes e 3 pequenas", relatou o escrivão. Não há explicação para o sumiço.

Geddel Vieira foi preso em oito de setembro, três dias depois de a polícia apreender as malas com R$ 51 milhões num apartamento usado pelo ex-ministro em Salvador.

Mais na Web