Polícia

Empresário morto no Ininga tinha ligação com jogos de azar, diz polícia

Conforme o DHPP, a vítima foi assassinada no final da tarde dessa terça-feira (10), na zona Leste de Teresina.
11/08/2021 16h00 - atualizado

Nesta quarta-feira (11), o coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Barêtta, informou que o assassinato do empresário Antônio José, na zona Leste de Teresina, foi premeditado.

Segundo o delegado, o autor dos disparos possuía informações detalhadas sobre a vítima, alvejada dentro do próprio carro.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraDelegado Barêtta, coordenador do DHPP.Delegado Barêtta, coordenador do DHPP.

“O matador tinha algumas informações, e também deixou muitas informações no local do crime que estão sendo analisadas pela equipe de investigação”, destacou.

O DHPP informou que a vítima estava envolvida com jogos de azar e jogo do bicho, e que a polícia segue investigando para apurar se o crime teve alguma relação direta com a prática. 

“A vítima, segundo conta, trabalhou com construção civil e atualmente mexia com jogo de azar, tinha um bingo e também mexia com jogo do bicho. Ele estava com o projeto de uma raspadinha, saiu do escritório dele e ia efetuar alguns pagamentos, inclusive no memento do crime ele estava com uma certa importância em dinheiro”, informou o delegado Barêtta.

O caso

Na tarde dessa terça-feira (10), o empresário Antônio José, de 54 anos, foi morto a tiros dentro de um carro, no bairro Ininga na zona Leste de Teresina.

Conforme a Polícia Civil, foram identificados 13 disparos de arma de fogo no veículo de modelo Citroën Aircross, onde a vítima estava no momento do crime. Segundo a polícia, no veículo foram encontrados R$ 6.950,00 em espécie.

Mais na Web