Polícia

Filho é indiciado por encomendar a morte do pai em Bertolínia

Ainda conforme o delegado, o filho adotivo possuía uma relação conturbada com o pai, e o crime ocorrido após um desentendimento.
08/02/2021 17h10

Após concluir o inquérito que investigava a morte de um idoso de 70 anos na cidade de Bertolínia do Piauí em novembro de 2019, a Polícia Civil concluiu que o filho adotivo da vítima foi o mandante do crime.

De acordo com o titular da Delegacia Regional de Uruçuí, delegado Célio Benício, nesse sábado (06), foram presas duas pessoas na cidade de Imperatriz, no Maranhão, envolvidas no crime, um homem e a companheira. Segundo a polícia, o casal é natural da cidade de Floriano.

O filho adotivo da vítima, identificada como Geraldo de Sousa Brito, de 70 anos, estava preso desde o mês de dezembro, e com a prisão do casal nesse fim de semana o caso foi solucionado. O filho da vítima estava escondido na cidade de Imperatriz, onde foi preso.

Ainda conforme o delegado, o filho adotivo possuía uma relação conturbada com o pai, e o crime ocorrido após um desentendimento. O delegado afirma ainda que o mandante do crime teria indiretamente confessado o crime que ocorreu no dia 12 de novembro. O idoso foi morto a tiros em uma propriedade na cidade de Bertolínia.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web