Geral

Fotos da Nasa desmentem que região amazônica esteja em chamas

A informação da Nasa desmente notícias divulgadas no Brasil como se os sinais de fumaça registrados pelo satélite denunciassem que a Amazônia estaria “em chamas”.
  • DA REDAÇÃO
22/08/2019 14h17 - atualizado

O Earth Observatory, site oficial da agência espacial norte-americana Nasa, divulgou imagens de satélite que mostram queimadas no Brasil, informando que o fenômeno é tradicional, nesta época do ano, e que estão abaixo da média de queimadas dos últimos 15 anos.

A informação da Nasa desmente notícias divulgadas no Brasil, ilustradas pelas fotos do Earth Observatory, como se os sinais de fumaça registrados pelo satélite denunciassem que a Amazônia estaria “em chamas”.

A Nasa informa, em seu site, que o satélite Aqua capturou imagens de vários incêndios em curso nos estados de Rondônia, Amazonas, Pará e Mato Grosso entre os dias 11 e 13 deste mês.

“A partir de 16 de agosto de 2019, observações por satélite indicaram que a atividade total de incêndio na bacia amazônica estava ligeiramente abaixo da média em comparação com os últimos 15 anos”, informa a Nasa. Clique aquie veja o site, em inglês.

  • Foto: NasaImagem da região amazônica.Imagem da região amazônica.

“Na região amazônica, os incêndios são raros na maior parte do ano porque o clima úmido impede que eles comecem e se espalhem”, esclarece a Nasa. “No entanto, em julho e agosto, a atividade normalmente aumenta devido à chegada da estação seca.”

A Nasa explica em seu site que muitas pessoas usam o fogo para manter terras cultiváveis ​​e pastagens ou para limpar a terra para outros fins. “Normalmente, o pico de atividade no início de setembro e principalmente pára até novembro”, diz o site.

“Embora a atividade tenha sido acima da média no Amazonas e, em menor escala, em Rondônia, ela tem sido abaixo da média em Mato Grosso e Pará, de acordo com o Banco Mundial de Emissões de Incêndio, disse.

*Publicado originalmente pelo Diário do Poder.

Mais na Web