Polícia

Irmão acusado de matar advogada Izadora Mourão chega ao DHPP

O jornalista foi preso na cidade de Pedro II e transferido para Teresina ainda nessa segunda-feira (15).
16/02/2021 08h05 - atualizado

Na noite dessa segunda-feira (15), o jornalista João Paulo Mourão, acusado de matar a irmã, a advogada Izadora Mourão, chegou na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em Teresina.

O jornalista foi preso em Pedro II, ainda dentro do flagrante. O advogado Marcos Nogueira, membro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional Piauí, esteve na sede do DHPP, representando a família da vítima.

O delegado Danúbio Dias, responsável pelo inquérito, informou que nesta terça-feira (16) será realizada uma coletiva de imprensa, onde a Polícia Civil prestará todos os esclarecimentos envolvendo o caso.

Prisão

Na tarde desta segunda-feira (15), o jornalista João Paulo Mourão foi preso suspeito de matar a própria irmã, a advogada Izadora Santos Mourão, de 41 anos, no último sábado na cidade de Pedro II.

A vítima foi assassinada com sete facadas no pescoço e no peito. Segundo o coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, o ‘Baretta’, João Paulo é o autor material do crime.

Mais na Web