Polícia

Justiça Federal concede liberdade ao jornalista Tony Trindade

De acordo com o juiz, não estão presentes os pressupostos legais para que o jornalista continue preso de forma preventiva, e que não existem elementos que indiquem riscos à ordem pública.
21/08/2020 17h23 - atualizado

Na tarde desta sexta-feira (21), o juiz da 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí, Leonardo Tavares Saraiva, concedeu liberdade provisória ao jornalista Tony Trindade, preso pela Polícia Federal na última terça-feira (18) em Teresina.

De acordo com a decisão, não estão presentes os pressupostos legais para que o jornalista continue preso de forma preventiva, e que não existem elementos que indiquem riscos à ordem pública, destacando que a aplicação de medidas cautelares é o suficiente para garantir o prosseguimento do processo.

  • Foto: DivulgaçãoJornalista Tony TrindadeJornalista Tony Trindade

“Não estão presentes os pressupostos legais para a manutenção da prisão preventiva (art. 312, do CPP), inexistindo elementos que indiquem risco à ordem pública, à instrução processual ou à persecução penal, de forma que a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão constitui alternativa suficiente para preservar o fundamento da prisão preventiva e garantir o prosseguimento do processo criminal”, manifestou o juiz.

Com base na decisão, o juiz concedeu a liberdade provisória de Tony Trindade mediante o pagamento da fiança no valor de R$ 3 mil (três mil reais), e proibiu o jornalista de manter contato, seja por telefone ou pessoalmente, com qualquer investigado no inquérito.

Entenda o caso:

Na última terça-feira (18) a Polícia Federal prendeu o jornalista Tony Trindade durante as ações da Operação Acesso Negado, na qual o apresentador foi acusado de atrapalhar as investigações da Operação Delivery que apura o desvio de recursos públicos do Fundeb para a Prefeitura de União.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web