Piauí

Motoristas do Consórcio Theresina voltam a paralisar atividades

A categoria alega que não recebeu os salários atrasados, conforme prometido na última segunda-feira (15) pelos empresários do setor.
19/03/2021 10h22 - atualizado

Na manhã desta sexta-feira (19), os motoristas e cobradores do Consórcio Theresina, que atuam na zona Sudeste de Teresina, paralisaram as atividades, por falta de pagamento dos salários e benefícios do ticket alimentação e plano de saúde.

Na última segunda-feira (15), motoristas e cobradores de ônibus de Teresina resolveram aceitar a proposta do Tribunal Regional do Trabalho das 22ª Região (TRT-22) e suspender por 90 dias o movimento.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraParalização dos motoristas e cobradores de transporte PúblicoÔnibus da zona Sudeste ficaram parados nesta sexta (19).

Em uma audiência realizada na tarde de sexta-feira (12) no TRT, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (Setut) informou que poderia pagar os salários atrasados referentes ao mês de janeiro até essa quinta-feira (18), o que não aconteceu, segundo a categoria.

O cobrador de ônibus Francisco das Chagas disse ao Viagora que desde janeiro os trabalhadores não recebem salário. O profissional afirma que o valor que foi recebido em janeiro é referente ao mês de dezembro, porém apenas parte do salário foi paga.

“Desde janeiro que não recebemos nada. O que recebemos em janeiro foi referente ao mês de dezembro e não foi o salário normal, recebemos por horas trabalhadas, imagina receber como um cobrador, 400 a 500 reais, atrasado ainda por cima, sendo que temos registro em carteira de um determinado valor, que não estão pagando”, disse o cobrador.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraDas Chagas, CobradorFrancisco das Chagas, cobrador de ônibus.

O cobrador disse ainda que os trabalhadores acataram a decisão judicial para retornar aos postos de trabalho, porém, até o momento, não receberam o prometido.

“Acatamos uma decisão judicial de um retorno na terça e sendo que eles tinham um prazo de no máximo 24h para repassar o valor, porém o empresário não cumpriu com a parte dele, que era repassar o pagamento referente a janeiro e não recebemos nada até o momento”, afirmou.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraParalização dos motoristas e cobradores de transporte PúblicoParalisação dos motoristas e cobradores do Consórcio Theresina.

Os manifestantes reivindicam ainda o pagamento do ticket de alimentação e também do plano de saúde, benefícios que não estão sendo pagos desde o ano passado.

Mais na Web