Polícia

PF cumpre mandados na Seduc em nova fase da Operação Topique

A ação faz parte da terceira fase da operação realizada pela PF para investigar crimes de corrupção ativa, passiva, lavagem de dinheiro e licitações na Secretaria de Educação do Piauí.
27/07/2020 07h46 - atualizado

Na manhã desta segunda-feira (27), a Polícia Federal (PF) deu início a terceira etapa da Operação Topique com o cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal no Piauí, na Secretaria Estadual de Educação (Seduc), e na residência da ex-secretária de Educação e primeira-dama do estado, Rejane Dias (PT).

De acordo com a Polícia Federal, as ações realizadas hoje em Teresina e em Brasília fazem parte das investigações da Operação Topique e Satélite iniciadas em agosto de 2018 e setembro de 2019 com o objetivo de investigar crimes de corrupção ativa, passiva, lavagem de dinheiro e licitações na Secretaria de Educação do Piauí.

  • Foto: DivulgaçãoPolícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão da SeducPolícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão da Seduc

Segundo as investigações da PF, funcionários públicos da Seduc teriam se associado com empresas do ramo de locação de veículos e teriam desviado cerca de R$ 50 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate).

Com base nas investigações, os recursos desviados foram adquiridos por meio de pagamentos superfaturados em contratos de transporte escolar, e as empresas que se beneficiaram formavam um consócio que simulavam licitações com a participação de servidores públicos a partir do ano de 2015.

Ainda segundo a Polícia Federal, as empresas já teriam atuado em fraudes licitatórias em cidades do interior do Piauí no ano de 2008. As investigações apontam que o esquema criminoso teria sido utilizado para a locação de veículos por outras secretarias do Governo do Piauí.

Com a operação deflagrada, a Polícia Federal cumpre nesta manhã mandados de busca e apreensão na residência da deputada federal e primeira-dama do Estado, Rejane Dias, que era a secretária da pasta na época.

Nesta fase da ação, os agentes da PF estão na sede da Seduc, no Centro Administrativo, em Teresina, recolhendo documentos e outros materiais.

Mais na Web