Polícia

Polícia Federal deflagra Operação Dionísio II contra facções no Piauí

A ação tem a finalidade de reprimir ação de facções criminosas que têm protagonizado sangrenta disputa pelo território de venda de drogas no litoral.
01/07/2021 07h30 - atualizado

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (01), a Operação “Dionísio II” com a finalidade de reprimir ação de facções criminosas que têm protagonizado sangrenta disputa pelo território de venda de drogas no litoral piauiense.

  • Foto: Divulgação/PFOperação da Polícia Federal do PiauíOperação da Polícia Federal do Piauí

As investigações apresentaram indícios de tráfico ilícito de entorpecentes, homicídios, roubos, furtos, porte e comércio ilegal de arma de fogo, naquilo que os criminosos denominaram como “Projeto Piauí”.

Segundo a PF, durante a investigação, foram colacionados elementos indiciários da relação dos criminosos com aproximadamente 40 casos de assassinatos relacionados à disputa pelo estabelecimento das facções no município de Parnaíba/PI, por meio do uso da força e de ameaças àqueles que resistissem ao intento criminoso.

  • Foto: Divulgação/PFPolícia Militar e Polícia Federal em ação conjuntaPolícia Militar e Polícia Federal em ação conjunta

A polícia informou que foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão no município de Parnaíba/PI e em estabelecimento prisional na cidade de Altos/PI, além de outras medidas cautelares determinadas pelo Juiz titular da 2.ª Vara Criminal em Parnaíba/PI.

A ação teve a participação de 35 policiais federais, incluindo integrantes do Grupo de Pronta Intervenção da PF/MA, além do apoio das equipes do Canil da Polícia Militar do Piauí.

A Operação foi denominada “Dionísio” em referência à mitologia grega, cuja entidade divina com esse nome prefigurava o poder de criar drogas poderosas capazes de gerar perigo e o caos.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web