Polícia

Policial morto na zona Leste gravou momento do primeiro disparo

O policial Rafael dos Santos Leal foi morto com dois tiros no tórax na noite de ontem (3). A vítima teria gravado o momento do primeiro disparo em áudio.
04/07/2020 14h30 - atualizado

Na noite dessa sexta-feira, 3 de julho, o policial militar Rafael dos Santos Leal foi assassinado a tiros no bairro São João, localizado na zona Leste de Teresina. O primeiro disparo que atingiu o policial foi captado em um áudio gravado pela própria vítima e enviado a um grupo de WhatsApp.

Rafael seguia em seu carro, um veículo modelo Fiat Palio vermelho, enquanto gravava um áudio a ser enviado para um grupo de WhatsApp, quando foi surpreendido por um tiro de arma de fogo. A vítima chegou a enviar o áudio antes de ser atingida pelo segundo disparo.

  • Foto: DivulgaçãoRafael SantosRafael dos Santos Leal.

O Viagora teve acesso ao áudio gravado pelo policial. Nele, Rafael dos Santos Leal comentava sobre as eleições municipais, previstas para acontecer em novembro desse ano, e sobre como um político não identificado conseguiria se eleger.

“Também queria saber como é que ganha [a eleição], mas não é difícil de saber, não. É comprado, as eleições. Tem nem ‘pra’ onde, cara. Eu trabalhei nos ‘interior’, só o que via era a rejeição dele e ainda conseguiu ser eleito com mais de 60%. Rapaz, eu não me formei em matemática não, mas eu entendo matemática um pouco e a probabilidade diz, aonde você anda tem 10 e 9 lhe rejeita, você pode sair o estado todinho, que vai ser a mesma coisa”, disse o policial. No fim da gravação, é possível ouvir o primeiro disparo.

Os suspeitos do homicídio são três homens, que estavam seguindo o carro de Rafael distribuídos em duas motocicletas. Eles atingiram a vítima com dois tiros no tórax. Após ser baleado, o policial perdeu o controle do veículo, colidiu em um muro e caiu em uma ribanceira na Rua Hilson Antônio Bona. O PM chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito antes de chegar ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Confira o áudio gravado pelo policial na íntegra:

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web