Polícia

Presos falam em áudios sobre condições para integrar facções

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do Piauí, os criminosos realizavam conferencias por meio de celulares.
  • LUCAS KLISMAN
14/01/2020 14h45 - atualizado

Após ser deflagrada a “Operação Codinome”, na manhã desta terça-feira (14), na qual foram presas 26 pessoas, a Secretaria Estadual de Segurança (SSP-PI) divulgou áudios em que integrantes de facções planejavam crimes de dentro da prisão.

  • Foto: Divulgação/Polícia MilitarSSP divulga áudios de criminosos de facções que agiam de dentro da prisãoSSP divulga áudios de criminosos de facções que agiam de dentro da prisão

De acordo com informações da Secretaria de Segurança, os criminosos realizavam conferências por meio de celulares para planejarem homicídios e ações criminosas. Nos áudios, um dos suspeitos diz a outro integrante que está preso, que tem que matar pelo menos duas pessoas por semana.

- Mas tu mata bem, irmão?

- Rapaz irmão, tá ligado, né?

- Hum?

- Nós desenrola, nós desenrola. Eu já derrubei uns dois, já.

- É, pra entrar no “quadro da restrita” tem que pelo menos matar uns dois por semana, irmão.

- Rapaz meu irmão, missão dada, é missão comprida.

- É isso pô. Quando tu estiver na rua tu me procura, entendeu? Aí eu te cadastro aí.

A operação tem o objetivo de cumprir 28 mandados de busca e apreensão a até o memento, 26 pessoas já foram presas, entre homens e mulheres. As investigações são realizadas pela Delegacia de Inteligência e Repressão a Entorpecentes (DEPRE). Para o promotor do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GRECO), José William, é preciso interromper o recrutamento de novos membros do PCC no Piauí.

Confira os aúdios do presos divulgados pela polícia

Mais na Web