Piauí

Servidores públicos do Piauí podem não receber 2ª parcela do 13º

No estado, o governador Wellington Dias já pagou 50% do décimo terceiro dos servidores, mas, a segunda parte ainda é incerta.
ISABELA DE MENESES
05/11/2017 09h31 - atualizado

Os servidores estaduais do Piauí podem ficar sem a segunda parcela do 13º salário de 2017. A quantia deve ser paga em dezembro deste ano, porém, existe o risco de o Estado não ter como pagar seus funcionários.

No estado, o governador Wellington Dias já pagou 50% do décimo terceiro dos servidores, mas, a segunda parte ainda é incerta. O governador alega crise, e na última semana conseguiu até mesmoaprovar projeto na Assembleia Legislativa, para aumentar impostos, e consequentemente a arrecadação, no Piauí.

  • Foto: CCOMWellington DiasWellington Dias

Segundo matéria do Estadão, que conversou com o superintendente do Tesouro, Emílio Júnior, o Piauí já gastou R$ 180 milhões pagando a primeira parte do 13º salário. A folha completa do Estado é no valor de R$ 365 milhões.

“Estamos pagando só as despesas essenciais para tentarmos cumprir o prazo (de pagamento), que é 20 de dezembro”, explicou Emílio Júnior, que também contou que todos os anos o Piauí precisa levantar recursos extraordinários para pagar os salários extra dos funcionários públicos.

Já a respeito do Refis, projeto aprovado na Alepi, Emílio Júnior tratou como a salvação do governador Wellington. “Essa é a luz no fim do túnel”, acrescenta.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web