Política

Teresa Britto diz que vai pleitear duas comissões técnicas

Nesta segunda-feira (11), a deputada estadual Teresa Britto (PV) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), para falar sobre a definição das comissões.
11/02/2019 17h37 - atualizado

Nesta segunda-feira (11), a deputada estadual Teresa Britto (PV) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), para falar sobre a definição das comissões técnicas da Casa. De acordo com a parlamentar, a informação de que um deputado de primeiro mandato não pode assumir a presidência de uma comissão não está no Regimento Internado da Assembleia.

“O Regimento não diz que deputado de primeiro mandato não pode presidir comissão. Em nenhum momento isso é citado. Nós vamos pleitear a presidência de duas comissões técnicas, uma vez que a Assembleia conta com dez comissões e a oposição, mesmo em menor número, também tem o direito de presidir esses setores. Isso, sem dúvida, só contribui para o andamento dos trabalhos em prol do Estado”, destaca Teresa Britto, que é vice-líder do bloco de oposição na Alepi.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraVereadora Teresa Brito (PV)Deputada Teresa Brito (PV).

Comissões técnicas

Num primeiro momento, os deputados definiram a presidência das quatro principais comissões técnicas da Casa. O deputado Wilson Brandão (PP) presidirá a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), tendo como vice o deputado Henrique Pires (MDB). Já a Comissão de Administração Pública e Política Social será presidida pelo deputado Severo Eulálio Neto (MDB). O deputado Nerinho (PTB) presidirá a Comissão de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação, e o deputado Georgiano Neto (PSD) comandará a Comissão de Infraestrutura e Política Econômica.

A oposição afirma que, caso o consenso não prevaleça, o bloco vai optar pela votação para redefinir a presidência das comissões de Constituição e Justiça; Educação, Saúde e Cultura; Finanças e Tributação e de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web