Geral

Turma de medicina de Marcos Vitor Aguiar emite nota de repúdio à abusos

O estudante de Manaus está sendo investigado, suspeito de estuprar crianças na cidade de Teresina.
24/09/2021 09h05 - atualizado

Nessa quarta-feira (22), a XXXVII turma de Medicina da Universidade Nilton Lins, no Amazonas, emitiu uma nota de repúdio nas redes sociais após a denúncia do caso de estupro contra crianças em Teresina, cujo suspeito é o estudante Marcos Vitor Aguiar Dantas Pereira, de 22 anos.

O caso foi levado à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) no último dia 31 de agosto e as investigações já foram iniciadas.

  • Foto: Divulgação/InstagramMarcos Vitor Aguiar Dantas Pereira.Marcos Vitor Aguiar Dantas Pereira.

O suspeito atualmente mora na cidade de Manaus, no estado do Amazonas, onde cursa medicina na Universidade Nilton Lins.

A turma de medicina da universidade disse em nota, divulgada no Instagram, que repudia qualquer ato criminoso de abuso a menores e prestou apoio às vítimas e seus familiares.

“A turma XXXVII, da Universidade Nilton Lins vem por meio desta publicação repudiar qualquer ato criminoso de abuso de menores. Prestamos apoio as vítimas e a família com esperança que a justiça seja feita”, diz a nota.

Mais na Web