Piauí

Veja mudanças com a reforma administrativa na Prefeitura de Teresina

Com a reforma administrativa, serão extintas duas secretarias, 21 ouvidorias, além da criação de uma nova pasta, uma coordenadoria e a mudança de SDU para SAAD.
02/02/2021 16h40 - atualizado

Nesta quarta-feira (03), será encaminhado para a Câmara Municipal de Teresina o projeto de lei que trata sobre a reforma administrativa na prefeitura, e dentre as mudanças propostas pelo prefeito Dr. Pessoa (MDB), está a extinção de duas secretarias, 21 ouvidorias e a criação de uma nova pasta e uma coordenadoria.

De acordo com o secretário Municipal de Governo, Adolfo Nunes, 21 ouvidorias serão extintas, ficando apenas a Ouvidoria Geral. Além disso, serão extintas as pastas da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), e a de Concessões e Parcerias Públicas e Privadas, que serão transformadas em coordenadorias. A Coordenadoria de Comunicação será integrada com a Secretaria Municipal de Governo.

  • Foto: Luis Marcos/ Viagorafachada da prefeitura de TeresinaPrefeitura de Teresina

Com a extinção dessas duas secretarias, a prefeitura irá criar a Secretaria Municipal de Defesa Civil e a Coordenadoria de Segurança e Patrimonial, que ficarão integradas com a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas.

Anteriormente, a proposta era a criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública, mas o prefeito voltou atrás. Conforme o secretário Adolfo Nunes, a Prefeitura de Teresina não terá novos gastos, devido a Lei Complementar 173 que não permite que governadores e prefeitos aumentem os gastos durante a pandemia.

Ainda segundo as mudanças previstas na reforma administrativa, as Superintendências (SDUs) serão transformadas em Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs), e a atual SDU Centro/Norte será dividida em SAAD Centro e SAAD Norte. Será criada ainda a Superintendência Executiva, destinada para cuidar da parte de iluminação, asfalto, recursos hídricos e lixo.

Mais na Web