Viagora

Dudu Borges avalia ação da CPI do Transporte Público em 2021

O parlamentar explicou ao Viagora que o segundo ano de pandemia foi de dificuldades, contudo a Câmara permaneceu aprovando matérias e cumprindo seu papel.

O vereador Dudu Borges (PT), fez uma avaliação dos trabalhos executados pela Câmara Municipal de Teresina no ano de 2021.

O parlamentar explicou ao Viagora que o segundo ano de pandemia foi de dificuldades e desafios, contudo a Câmara permaneceu aprovando matérias e cumprindo seu papel.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraVereador DuduVereador Dudu

“Eu avalio que o ano de 2021 foi de dificuldades, não só na Câmara, ano de pandemia, de muitos desafios, mas eu acredito que a Câmara mesmo com suas limitações cumpriu seu papel constitucional e institucional. Nós ao longo do ano de 2021 trabalhamos muito lá na Câmara, aprovando as matérias do executivo, mas também com indicações de Leis e de ações na cidade”, afirma o vereador.

Dudu Borges destacou ainda o trabalho executado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte Público, no qual o parlamentar foi presidente. Além das ações que foram determinadas após a aprovação do relatório final.

“Fizemos uma CPI onde eu tive a honra de presidir essa CPI com 106 dias investigando tudo sobre o transporte público e ao final propusemos ações nas esferas de fiscalização dos tribunais de fiscalização, controle externo, do Ministério Público do Estado e Federal, o Tribunal de Contas do Estado e a prefeitura”, explica o parlamentar.

Ainda sobre a CPI, o vereador afirmou que as investigações constataram uma quebra no contrato e afirmou que espera para este ano de 2022 que a prefeitura da capital possa continuar adotando medidas de melhoramento do transporte público.

“Acredito que a Câmara em relação ao transporte público fez uma radiografia muito profunda demonstrando que ao longo desses seis anos de execução dessa licitação houve sim quebra do contrato e conivência da gestão anterior com esta quebra e espero que agora em 2022 a prefeitura possa avançar no sentido de melhorar definitivamente o transporte público, já existe algumas ações da prefeitura, do Dr. Pessoa em relação a isso, em relação ao transporte alternativo foi tirado a bilhetagem, em relação ao transporte convencional vai ser feito o controle da bilhetagem pelo poder público. O estado de calamidade está decretado e acredito que é avançar e na minha opinião a saída definitiva para solucionar esse problema é uma nova licitação”, ressalta Dudu Borges.

Por fim, o vereador afirmou ainda que neste ano a Câmara terá outros desafios como a situação das famílias desabrigadas pelas enchentes provocadas pelas fortes chuvas, a pandemia da covid-19 com a fome e o desemprego, além do ano eleitoral.

“O fato é que a Câmara cumpriu esses desafios, esses papeis e nós temos agora em 2022 outro desafio, mais importante ainda, além de continuar o controle dessa pandemia, estamos iniciando o ano com a perspectiva de várias áreas inundadas na nossa cidade, com perspectiva de termos várias famílias desabrigadas, é um desafio. Temos também o desafio da covid, que é a fome, o desemprego e o ano eleitoral, então é um ano de muita movimentação e espero que a Câmara possa estar correspondendo os desafios que serão dados a ela”, finaliza.

Facebook
Indicado para você
Veja também