Viagora

Mais dois prefeitos se filiam ao Partido dos Trabalhadores no Piauí

A solenidade foi realizada na manhã desta quinta-feira (12) com a presença do presidente estadual do PT, João de Deus, e os pré-candidatos Rafael Fonteles, a governador, e Wellington Dias, ao senado.

O Partido dos Trabalhadores do Piauí (PT) ampliou ainda mais a legenda e recebeu quatro filiações de prefeitos e vice-prefeitos de municípios do Piauí na manhã desta quinta-feira (12), em solenidade realizada na sede da sigla, localizada na cidade de Teresina. Os gestores são Milton Rodrigues, de Floresta do Piauí, Israel da Mata, de Campo Alegre do Fidalgo, que integravam o PTB.

Durante o ato estiveram presentes o presidente estadual do PT, o ex-deputado João de Deus, o pré-candidato a governador Rafael Fonteles e o pré-candidato ao Senado Federal, ex-governador Wellington Dias.

Foto: Divulgação/AscomAdesões ao Partido dos Trabalhadores.
Adesões ao Partido dos Trabalhadores.

Uma decisão nacional do PTB que proibia a coligação com partidos de esquerda foi o motivo dos prefeitos deixarem a legenda e decidirem ingressar no Partido dos Trabalhadores, como explica o gestor municipal Milton Rodrigues. O prefeito ainda destacou que reivindica as mesmas bandeiras que a sigla defende.

“A decisão foi tomada por conta da resolução do PTB proibindo a coligação com partido de esquerda e se tornando um partido de extrema direita, então não tinha mais como ficar no PTB por conta disso, porque nossa gestão e vida política sempre foi defendendo o lado dos mais necessitados, humildes e menos favorecidos e é essa a bandeira que o PT também defende, então saindo do PTB o primeiro caminho seria esse mesmo. E a convite também de Rafael Fonteles e do deputado estadual Nerinho não poderíamos deixar de tomar essa decisão”, pontua.

Questionado se houve algum conflito devido sua saída do PTB, o prefeito afirmou que não houve desavenças e que é grato pelo partido, a motivação seria apenas a decisão nacional da legenda.

“Não, eu deixo a minha gratidão ao PTB do Estado do Piauí, ao ex-senador João Vicente Claudinho a questão da saída é por conta da decisão do PTB nacional”, afirma o prefeito.

Para Ismael Odílio o PT foi sua escolha para migração partidária devido a identificação ideológica com a sigla, o prefeito afirma que sempre apoiou o partido.

“Eu recebi um convite, toda vida eu fui do PT, voto no PT, meu partido era o PTB, então recebi o convite e achei por bem me filiar ao PT. Foi uma decisão de gosto o motivo de me filiar ao PT”, pontua.

Rafael Fonteles, pré-candidato a governador, ressaltou a importância das novas adesões que fortalecem o grupo político defensor da pré-candidatura do ex-presidente Lula e de Wellington Dias, ao Senado Federal.

“Fortalece o time do povo, o time da esperança e de Wellington Lula e Rafael, são prefeitos e vice-prefeitos, lideranças que querem continuar em sintonia com o povo defendendo o time do Lula, a esperança e tudo aquilo que o Brasil já teve na época de Lula”, conclui.

Facebook
Indicado para você
Veja também