Viagora

Falsa médica é presa pela Polícia Federal na sede da OAB-PI

Segundo a OAB-PI, a suposta médica se apresentava como neurologista e teria afirmado que iria participar de uma palestra sobre saúde mental.

Na tarde desta segunda-feira (16), uma mulher que se apresentava como neurologista foi presa pela Polícia Federal na sede do órgão, após ser denunciada por suspeita de exercer irregularmente a medicina. A autoria da denúncia é da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, através da Comissão de Direito da Saúde e da Ouvidoria, em conjunto com o Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM-PI).

Segundo a OAB-PI, a suposta médica teria afirmado que iria participar de uma palestra sobre saúde mental. Após realizar a consulta do registro da profissional o presidente da Comissão de Direito da Saúde e médico, Williams Cardec, com apoio do presidente do CRM-PI, Dogoberto Silveira, averiguaram que a mesma era vinculada a uma médica com atuação no município de Miguel Alves. A vice-presidente Miriam Palha Dias e o assessor jurídico, Ricardo Abdala, também auxiliaram no procedimento.

Foto: Divulgação/ OAB-PISede da OAB-PI.
Sede da OAB-PI.

Conforme o ouvidor-geral da OAB-PI, Rodrigo Vidal, a informação foi repassada por meio do presidente da Comissão de Saúde do órgão e dos representantes do CRM-PI.

“Ela apresentava-se como neurologista e queria palestrar num evento da OAB-PI, os referidos colegas nos relataram incongruências nos dados. Chamamos ela até a Ouvidoria e ela confessou e foi presa pela Polícia Federal”, afirma o advogado.

De acordo com o médico e presidente da Comissão de Direito da Saúde, Williams Cardec, os dados da suposta médica foram consultados através do Conselho Regional de Medicina, que detectou as irregularidades.

“Fizemos uma busca nos nossos arquivos e verificamos que o CRM em que ela utilizava pertencia a outra pessoa. Acionamos a Polícia Federal e ela foi presa em flagrante, e agora vai prestar esclarecimentos para a Justiça”, pontua o médico.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

OAB-PI

Facebook
Indicado para você
Veja também