Viagora

Homem é condenado a 20 anos de prisão por estupro em São Miguel do Tapuio

Conforme a sentença, o acusado era prestador de serviços da família e constantemente frequentava a residência da vítima.

Um homem identificado como Francisco de Assis de Sousa Gaspar, acusado de estupro consumado, latrocínio tentado e corrupção de menores, foi condenado a 20 anos, 3 meses e 7 dias de prisão pelo juiz Alexandre Alberto Teodoro da Silva, titular da Vara Única da Comarca de São Miguel do Tapuio.

Conforme a sentença, o acusado era prestador de serviços da família e constantemente frequentava a residência da vítima. No dia do crime a mulher estava sozinha em casa, apenas com o filho de 2 anos de idade.

Ainda segundo o texto, a vítima foi abusada sexualmente e agredida por diversas vezes pelo agressor que ainda roubou os pertences da residência. Ao tentar empreender fuga o homem ainda se deparou com o marido da mulher e o golpeou com uma faca.

De acordo com a decisão do Juiz, foi decretada a prisão preventiva do homem devido sua periculosidade, o modo como agiu no crime e a gravidade dos delitos.

“A prisão preventiva está sendo decretada por todo um conjunto fático que demonstra a sua necessidade, diante da periculosidade do agente, do seu modus operandi e da concreta gravidade dos crimes em questão, com fundamento na garantia da ordem pública (art. 312, caput, CPP)”, consta na decisão.

Facebook
Indicado para você
Veja também